93% dos alunos de 1º ano do Ensino Médio de escolas públicas estão abaixo do nível adequado em Matemática

A mais recente avaliação dos estudantes do ensino básico gaúcho mostrou dados preocupante sobre a situação da educação no Estado. De acordo com o Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar do Rio Grande do Sul (Saers) realizado em dezembro e divulgado na tarde desta quarta (21), 93% dos estudantes do 1º ano do Ensino Médio em escolas públicas do Rio Grande do Sul estão abaixo do nível considerado adequado em Matemática.

Já em Português, 81% dos estudantes avaliados ficaram abaixo do nível considerado adequado pela Secretaria Estadual de Educação. As informações são de Zero Hora.

Os resultados menos desanimadores são os referentes ao 2º ano do Ensino Fundamental, onde, na média, 61,7% dos alunos alcançaram índices considerados adequados ou avançados em Língua Portuguesa, e 62,5% ficaram nesses níveis em Matemática.

Interrompida desde 2011, a prova foi retomada no ano passado para analisar o desempenho dos alunos no Estado. São avaliadas turmas do 2º e 6º anos do Ensino Fundamental e do 1º ano do Ensino Médio.

Promovida pela Secretaria Estadual da Educação (SEC) em todas as 2,6 mil escolas estaduais, o Saers reúne também instituições municipais e estabelecimentos particulares que aderiram à metodologia de avaliação externa, visando verificar os níveis de aprendizagem de seus alunos. A iniciativa, diferente das avaliações nacionais, é feita somente no Rio Grande do Sul, e considerada pela secretaria como uma ferramenta importante para ajudar o governo e cada estabelecimento de ensino a melhorar os seus índices de aprendizado.

Assim como o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), do governo federal, o Saers avalia o desempenho de alunos nas áreas de português e matemática. A diferença é que no Ideb fazem a prova alunos do 5º e do 9º ano do Ensino Fundamental e do 3º ano do Ensino Médio. Já a avaliação estadual é para 2º e 6º anos do Fundamental e 1º ano do Ensino Médio.

ZERO HORA

 
voltar
© Copyright 2019