Advogado de Temer entrega defesa do presidente à CCJ da Câmara

O advogado de Michel Temer, Antonio Claudio Mariz, entregou, na tarde desta quarta-feira (5), a defesa do presidente contra a denúncia por corrupção passiva na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. O intuito é tirar a denúncia o quanto antes da pauta da Casa.

De acordo com interlocutores do presidente, Mariz está trabalhando na defesa desde que a denúncia foi apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, no último dia 26.

Segundo um auxiliar de Temer, o advogado deve destacar na defesa a argumentação que já tem sido externada por Temer de que as provas — como a gravação com Joesley Batista — são ilícitas e que há vício na origem da denúncia. Os argumentos da defesa serão levados a todos os parlamentares da CCJ.

Após protocolar o documento, Mariz voltou a negar que o presidente tenha cometido qualquer tipo de crime. Ele desafiou os autores da denúncia a provarem as acusações alegadas contra Temer.

— O presidente da República não cometeu corrução passiva, e eu lanço um respeitoso desafio aos acusadores para que demonstrem através de um único indício que seja, mais frágil que seja, de que o presidente da República teria solicitado algo, recebido algo, ou favorecido alguém. Eu lanço para mostrar que a defesa está absolutamente consciente de que a acusação não se funda em prova e sequer se funda em indício — disse.

ZH E AGÊNCIA BRASIL

 
voltar
© Copyright 2019