Amuplam quer impedir ida de PMs de municípios para a operação Golfinho

Uma das preocupações de prefeitos da Associação de Municípios do Planaldo Médio (Amuplam) se refere à operação Golfinho, que retira efetivo dos municípios para atuar nas praias do Rio Grande do Sul. O presidente da Amuplam e prefeito de Bozano, Gederson Móri, disse que um movimento está sendo estabelecido para tentar barrar a ida de policiais da região para o trabalho em praias gaúchas. Móri e também o prefeito de Pejuçara, Eduardo Buzatti, não aceitam as políticas estabelecidas pelo Governo do Estado e acreditam que no próximo ano as dificuldades só irão aumentar em todos os setores públicos do Rio Grande do Sul.

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

voltar
© Copyright 2019