Após vitória na Câmara, Temer promete manter “ações necessárias” e critica oposição por “dividir o país”

Após a Câmara dos Deputados barrar a denúncia contra Michel Temer, na noite desta quarta-feira (2), o presidente da República comemorou a decisão dos parlamentares. O peemedebista começou seu discurso afirmando que a Constituição foi respeitada no processo e que os "princípios democráticos venceram":

— O poder da autoridade emana da lei. Extrapolar o que a Constituição determina é violar a democracia — disse.O chefe do Executivo nacional destacou que a democracia venceu com "votos acima da maioria absoluta" na Câmara. Temer disse que espera terminar a "maior transformação já feita no país, em diversos setores do Estado e da sociedade, modernizando as instituições".

— E é diante dessa eloquente decisão que eu posso dizer que seguiremos em frente com ações necessárias. Estamos tirando o Brasil da maior crise econômica da história — afirmou.

No breve pronunciamento, Temer também lançou um recado à oposição, dizendo que essas pessoas "erram" ao tentar dividir o país:

— Aqueles que tentam dividir os brasileiros erram. Devemos todos nos dedicar a fazer um Brasil cada vez melhor — afirma Temer.

Como já virou costumeiro em seus discursos, o presidente fez questão de citar o cenário econômico do país, exaltando o que ele chamou de modernização das instituições brasileiras. Temer destacou a aprovação da reforma trabalhista e a retomada do emprego no Brasil.

— Enfrentamos a inflação, batemos recordes históricos de produção na agropecuária e nas exportações. Dediquei-me a criar novos empregos.

voltar
© Copyright 2019