Assembleia suspende salário de Jardel e assessores após sequência de faltas

A Assembleia Legislativa decidiu na tarde desta quarta-feira (16) suspender a remuneração de R$ 25 mil paga ao deputado Mario Jardel (PSD), que há mais de um mês não aparece no Legislativo.

A informação foi confirmada à Rádio Gaúcha pelo procurador da Assembleia, Fernando Ferreira.

A decisão se estende aos assessores que trabalham no gabinete do deputado, isso porque a folha de pagamento só pode ser gerada a partir da assinatura do parlamentar. Ou seja, para que os assessores voltem a receber, é necessário que Jardel compareça à Assembleia.

Jardel faltou às últimas doze sessões no Parlamento Gaúcho sem apresentar qualquer justificativa. Nesta quarta -feira (16), ele deveria ter prestado um depoimento na subcomissão que analisa sua cassação. A audiência foi marcada a partir de um entendimento do Tribunal de Justiça de que Jardel não havia sido ouvido e por isso o processo não poderia continuar.

Nos próximos dias, a Assembleia Legislativa pretende informar o Tribunal de Justiça que tentou ouvir o parlamentar, porém sem sucesso. Além disso, uma perícia médica (a ser realizada por profissionais da Assembleia) foi marcada para a próxima quarta-feira, dia 23. A defesa de Jardel afirma que o parlamentar estará presente.

Depoimento marcado; Jardel ausente

Como esperado, o deputado Mario Jardel (PSD) não compareceu à Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (16) para depor na subcomissão que analisa o processo de cassação de seu mandato. O advogado de defesa dele, Rogerio Bassotto, está no local e vai apresentar um novo atestado médico por depressão.

“O atestado é de sete dias por depressão”, justificou o defensor de Jardel em entrevista à Rádio Gaúcha. Ele disse que conversa frequentemente com Jardel, mas não quis confirmar se o deputado está em Porto Alegre.

A expectativa era de que Jardel voltasse de Fortaleza, para onde foi há mais de um mês alegando que a avó de 87 anos enfrenta problemas de saúde, na noite de segunda-feira (14). No entanto, o paradeiro dele segue desconhecido.

Gaucha

voltar
© Copyright 2019