Atendimento a pessoas com Transtorno do Espectro do Autismo na Região de Santa Rosa é tema de seminário

O 1º seminário do Centro Macrorregional do Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) de Santa Rosa ocorrerá na próxima terça-feira (28/9) no Centro Cívico do município. O evento começará às 9h e contará com a presença da secretária adjunta da Saúde, Ana Costa, e com uma palestra da médica neuropediatra Raquel Binkowski sobre o “Transtorno do Espectro do Autismo: do diagnóstico ao tratamento – aspectos médicos”.

O encontro, que será híbrido (presencial e online), também será de capacitação sobre TEA. As inscrições são realizadas neste link.

Conforme Ana Costa, o seminário será importante para a qualificação das ações da equipe do Centro Macrorregional do TEA de Santa Rosa. “É com o protagonismo da equipe multiprofissional do centro que todas as informações necessárias são compartilhadas com as equipes que atuam nos municípios”, explica. “O seminário irá fortalecer e integrar as práticas efetivas propostas pelo TEAcolhe, que é realizar de forma integral o atendimento e a inclusão dos autistas e de seus familiares.”

O centro abrange 79 municípios da região Missioneira. Para sua implementação, o governo repassou R$ 200 mil do Tesouro do Estado para o Fundo Municipal de Saúde de Santa Rosa, depois de o município ser aprovado em edital do Programa TEAcolhe. No mesmo edital, Cachoeira do Sul e Pelotas foram classificados e também desenvolverão atividades de apoio técnico e pedagógico com as equipes de saúde que já fazem atendimento a pessoas com TEA em centros de municípios das macrorrregiões Vales e Sul, respectivamente.

O serviço conta com uma equipe multiprofissional que tem função de organizar as atividades de integração à Rede de Atenção Psicossocial no Sistema Único de Saúde (SUS), que inclui a Rede de Saúde da Pessoa com Deficiência e a Linha de Cuidado para Atenção às Pessoas com Transtornos do Espectro do Autismo e suas famílias.

Neste ano, também foi lançado um edital para selecionar propostas para a implantação de mais quatro centros de referência nas macrorregiões Centro-Oeste, Metropolitana, Serra e Norte e de 30 centros regionais de referência em autismo.

O secretário da Saúde de Santa Rosa e presidente da Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa, Delcio Steffen, afirmou que “o programa TEAcolhe é uma oportunidade de se fazer um trabalho de capacitação e organização dos fluxos, na linha de cuidado do autista na saúde, educação, assistência social e com a própria família”.

Estrutura do TEAcolhe

O TEAcolhe tem como objetivo organizar e fortalecer as redes municipais de saúde, de educação e de assistência social no atendimento às pessoas com autismo e suas famílias. O programa busca envolver escolas, postos de saúde, centros de atendimento e comunidade, atuando de forma integrada.

Cada Centro Regional de Referência em TEA será destinado ao atendimento dos casos severos, graves e refratários das regiões, definidos por protocolo previamente estabelecido.

As ações dos centros de referência em TEA poderão ser executadas, prioritariamente, por serviços públicos já existentes ou, de forma complementar, por instituições privadas, com expertise no atendimento às pessoas com autismo e suas famílias, sempre norteadas pelos princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde, do Sistema Único de Assistência Social e do Sistema Nacional de Educação.

PROGRAMAÇÃO

9h – Abertura do evento
9h30 – Apresentação artística
9h45 – Participação da presidente da Associação dos Autistas de Santa Rosa, Ana Paula Ferraz Calixto
10h15 – Palestra sobre o TEAcolhe/RS com a secretária adjunta de Saúde, Ana Costa
11h15 – Apresentação do Centro Macrorregional TEAcolhe Santa Rosa
13h30 – Apresentação da equipe da Macro TEA
13h45 – Palestra “Transtorno do Espectro do Autismo: do diagnóstico ao tratamento – aspectos médicos”, com a médica neuropediatra Raquel Binkowski
15h – Apresentação “Desenvolvimento da pessoa com TEA”, com a equipe Macrorregional TEA Santa Rosa

voltar
© Copyright 2019