Bancada gaúcha vota pelo prosseguimento de denúncia contra Temer

A bancada gaúcha, apesar de dividida, votou majoritariamente pela continuidade da denúncia contra o presidente da República Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco junto ao Supremo Tribunal Federal. A contagem ficou em 17 votos a 13 pelo envio do processo ao STF. Yeda Crusius (PSDB) foi a única ausente.

O placar é praticamente o mesmo da primeira votação, em 2 de agosto, quando 18 se posicionaram contra Temer e 12 a favor. Carlos Gomes (PRB) foi o único que mudou o voto em relação ao processo anterior, manifestando-se, hoje, a favor do governo.

O PMDB, partido do presidente, teve a única bancada a votar em conjunto pelo arquivamento da denúncia. Já o PT votou de forma unânime pelo não, ou seja, contra o presidente.

Em agosto, o placar geral ficou em 263 a 227 pelo arquivamento. Hoje, foram 251 votos favoráveis ao governo e 233 contra.

Nessa segunda denúncia, o ministro Osmar Terra (PMDB) não reassumiu o mandato na Câmara. Já o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira (PTB), que na semana passada editou a portaria que modifica o entendimento sobre trabalho escravo, voltou ao cargo de deputado após ser exonerado, na semana passada, e votou hoje a favor do parecer que recomenda arquivar a denúncia. Nogueira evitou, com isso, o voto do suplente Assis Melo (PCdoB), contrário ao governo.

Como votaram os gaúchos 

Afonso Hamm (PP) – Não
Afonso Motta (PDT) – Não
Alceu Moreira (PMDB) – Sim
Bohn Gass (PT) – Não
Cajar Nardes (Podemos) – Sim
Carlos Gomes (PRB) – Sim
Covatti Filho (PP) – Sim
Danrlei (PSD) – Não
Darcísio Perondi (PMDB) – Sim
Giovani Cherini (PDT) – Sim
Heitor Schuch (PSB) – Não
Henrique Fontana (PT) – Não
Germano Goergen (PP) – Não
João Derly (Rede) – Não
Jones Martins (PMDB) – Sim
José Fogaça (PMDB) – Sim
José Otávio Germano (PP) – Sim
José Stédile (PSB) – Não
Luiz Carlos Heinze (PP) – Não
Marco Maia (PT) – Não
Marcon (PT) – Não
Maria do Rosário (PT) – Não
Mauro Pereira (PMDB) – Sim
Onyx Lorenzoni (DEM) – Não
Paulo Pimenta (PT) – Não
Pepe Vargas (PT) – Não
Pompeo de Mattos (PDT) – Não
Renato Molling (PP) – Sim
Ronaldo Nogueira (PTB) – Sim
Sérgio Moraes (PTB) – Sim
Yeda Crusius (PSDB) – Ausente

 

voltar
© Copyright 2019