Boletim da Brigada Militar de Catuipe

NAS ÚLTIMAS 24 HORAS ESTAS FORAM AS OCORRÊNCIAS ATENDIDAS PELA BRIGADA MILITAR:

TOTAL DE ATENDIMENTOS DO DIA 30 DE AGOSTO: 03
PESSOAS IDENTIFICADAS: 10
VEÍCULOS ABORDADOS: 05

LESÃO CORPORAL – DANO
Trata-se de ocorrência de Lesão Corporal e posterior dano em veículo, onde a vítima e sua mãe foram agredidas por um casal e um terceiro indivíduo em um estabelecimento comercial. Uma das vítimas sofreu lesão na face direita, causadas por socos e um copo de vidro, sendo que a ação culminou em danos ao veículo da mãe da vítima. O carro teve o vidro traseiro quebrado e diversas avarias na lataria. Por fim as vítimas foram conduzidas ao pronto atendimento local para medicação e, consequente registro do boletim de ocorrência.

LESÃO CORPORAL – VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
A Brigada Militar foi informada de uma ocorrência de desentendimento familiar no Bairro Rosa. No local, em contato com a vítima, a mesma relatou que foi agredida por seu companheiro. Outrossim, o autor do fato não esboçou nenhuma reação e, diante disto, as partes foram conduzidas até ao pronto atendimento para exame de lesão e posterior até a Delegacia de Polícia para o devido registro.

Informamos que o telefone de atendimento da BRIGADA MILITAR de CATUÍPE é o 3336-1207, 3336-1324, Telefone 190 de emergência. Celular 99217 9497

DICA DE SEGURANÇA:

PERTURBAÇÃO DA TRANQUILIDADE E SOSSEGO ALHEIO

Música alta, gritaria, ruídos provocados por equipamentos, buzina e alarme de veículo automotor, são exemplos de situações que incomodam e desrespeitam o direito de todos a viverem em um meio ambiente equilibrado.
A questão do excesso de ruídos toma proporções indevidas quando um indivíduo, a pretexto de se divertir acaba invadindo, com seu barulho, o modo de vida de outrem, que se vê obrigado a interromper seu descanso.
Crime tipificado como contravenção penal art 42 do código penal, tendo como pena de 15 dias à 3 meses de prisão ou multa.

BRIGADA MILITAR – A FORÇA DA COMUNIDADE
[email protected] – PELOTÃO DE CATUÍPE

voltar
© Copyright 2019