Brasil empata com a Bolívia

Em uma partida de pouca relevância, o Brasil empatou em 0 a 0 com a Bolívia nesta quinta-feira, em La Paz, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Já classificado e com a primeira posição assegurada, o Brasil não tinha muito a ganhar (ou perder) em campo. Porém, havia o risco de contusão e aconteceu com Thiago Silva. Com lesão na coxa direita, o zagueiro foi substituído por Marquinhos aos 28 minutos. Com o empate, a seleção não pode mais ter a melhor campanha da história da competição. Para a Copa de 2002, a Argentina fez 43 pontos. O Brasil pode chegar a 41. No entanto, continua invicto com Tite em partidas oficiais. Desde que assumiu a seleção, o treinador não sofreu derrotas em 11 jogos nas eliminatórias – nove vitórias e dois empates. A média de aproveitamento é de 87,8%. É difícil imaginar que o Brasil vá enfrentar um adversário tecnicamente tão frágil no Mundial da Rússia. Com certeza não jogará em altitude parecida com os 3.640 metros da capital boliviana ou atuará em um gramado tão ruim quanto o do estádio Hernando Siles. A estratégia da Bolívia, penúltima colocada e já eliminada, foi a mesma que Tite e todos os jogadores esperavam, com lançamentos em velocidade e chutes de fora da área, tentando aproveitar a altitude de La Paz e o ar rarefeito para achar os gols. Os donos da casa quase abriram o placar no final do primeiro tempo, em arremate do lateral Diego Bejarano que acertou o travessão. Foi o único lance de perigo da Bolívia. O Brasil dominou o jogo. Em um ataque em que Neymar saiu com a bola de frente para o goleiro Lampe, duas vezes os zagueiros evitaram o gol quase em cima da linha. Gabriel Jesus, se tivesse mais capricho na finalização, teria aberto o placar. A seleção usou a mesma fórmula boliviana de chutar de longe, mas Lampe – o melhor jogador da partida – salvou arremate de Neymar. O goleiro estava tão bem no jogo que começou o segundo tempo evitando que Paulinho abrisse o placar em um desvio de cruzamento no primeiro minuto. Na etapa final, foram três grandes defesas do jogador do Huachipato, do Chile. Na próxima terça-feira, a seleção joga pela última rodada, contra o Chile, no Allianz Parque, em São Paulo. Nesta quinta-feira, a CBF confirmou que o Brasil fará amistoso contra a Inglaterra no dia 14 de novembro, em Wembley. Será o primeiro desafio de Tite contra um time europeu. Bolívia 0 x 0 Brasil Lampe; Gutiérrez, Valverde e Ráldes; Bejarano, Justiniano (Castro), Machado, Arce (Salcedo) e Morales; Marcelo Moreno e Fierro (Álvarez). Técnico: Mauricio Soria Alisson; Daniel Alves, Miranda, Thiago Silva (Marquinhos) e Alex Sandro; Casemiro; Philippe Coutinho (Willian), Paulinho (Fernandinho), Renato Augusto e Neymar; Gabriel Jesus. Técnico: Tite Árbitro: Fernando Rapallini (Fifa/Argentina) 

Jornal do Comércio 

voltar
© Copyright 2019