Briga por pesca em açude motivou latrocínio de secretário municipal e esposa em Capão do Cipó

Um casal suspeito de participar do latrocínio – roubo seguido de morte – do secretário municipal de Agricultura de Capão do Cipó, Alacir Dessoe, e a esposa, Araci Bernardete Dessoe, foram presos em Santiago, na Região Central. Primeiro, a polícia chegou até uma mulher, que foi detida em uma casa, na noite de quarta. Na manhã desta quinta-feira (12), a polícia voltou ao local e encontrou o companheiro, escondido embaixo de uma cama.

Em depoimento, os presos temporariamente afirmaram que, além do roubo, a motivação para o crime tem relação com a pesca em um açude – local onde os corpos foram deixados pelos criminosos. Alacir e Araci não aceitavam que os suspeitos pescassem na área, que é de propriedade das vítimas, o que acabou gerando uma desavença. 

O carro das vítimas, um Prisma, que foi roubado durante o crime, foi trocado pela quantia de R$ 50, mais uma porção de maconha. A dupla também levou dois celulares, um notebook e as carteiras com os documentos das vítimas.

Este assassinato, que assustou o município de pouco mais de 3 mil habitantes, foi percebido por amigos do secretário de Agricultura, que perceberam o sumiço durante a noite de domingo. Ao checarem a residência, perceberam que marcas de sangue estavam espalhadas pela casa. 

GAÚCHA

 
voltar
© Copyright 2019