Câmara aprova MP que libera saques das contas inativas do FGTS

A Câmara dos Deputados aprovou em votação simbólica, na noite desta terça-feira (23), a medida provisória (MP) que autorizou o saque do dinheiro de contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

O texto ainda precisa ser votado pelo Senado, até a próxima quinta-feira, dia 1º de junho. Do contrário, perderá a eficácia – e as pessoas que têm recursos inativos perderão o direito de sacar o dinheiro.

A proposta dá a todo trabalhador que pediu demissão ou teve o contrato de trabalho encerrado com justa causa até 31 de dezembro de 2015 o direito ao saque das contas inativas de FGTS. Na última rodada, realizada neste mês, a Caixa Econômica Federal pagou R$ 24,4 bilhões aos beneficiários, na terceira rodada de saques de contas inativas do Fundo de Garantia.Tiveram direito ao saque os nascidos nos meses de junho, julho e agosto. Até o momento, o valor pago nas três primeiras fases equivale a 84,3% do total previsto (R$ 29 bilhões) para as etapas já liberadas.

O número de trabalhadores que já sacaram os recursos das contas inativas do FGTS superou 15,8 milhões e representa 79% das 20,1 milhões de pessoas nascidas no período de janeiro a agosto.

A MP também aumenta a remuneração das contas do FGTS ao distribuir para os trabalhadores 50% do resultado obtido no exercício financeiro pelo uso dos recursos no financiamento de programas de habitação, saneamento básico e infraestrutura urbana.

GAÚCHA, COM AGÊNCIA BRASIL

 
voltar
© Copyright 2019