Campanha alerta comunidade sobre agressão infantil

Zelar pelas crianças não é uma tarefa exclusiva dos pais ou responsáveis, mas também de parentes, comunidade, profissionais da educação, saúde, assistência, governantes, enfim, da sociedade como um todo.

O Dia Internacional contra a Agressão Infantil, 4 de junho, foi criado pela ONU em 1982. Não é uma data para comemorar, mas para refletir e pensar em ações.

Inúmeros tipos de violência são cometidos contra crianças, desde a violência física, emocional e sexual ao bullying, violência de gangue, tráfico, negligência, exploração do trabalho e o abandono escolar. E essa violência pode ocorrer em casa, na escola, nos espaços públicos ou virtuais.

Com o objetivo de alertar e esclarecer sobre isso foi criada, no RS, a campanha “As marcas deixadas na infância devem ser felizes e coloridas”, que retrata em sua imagem uma criança feliz, mergulhada na brincadeira com tintas, criando seu mundo mágico e saudável, como todas as crianças deveriam poder fazer.

A ideia é disseminar o espírito de cuidado que todos devem ter com as crianças que se desenvolvem entre nós. A atenção e a observação são essenciais para que a segurança delas seja permanente.

Integram a iniciativa Comissão Interna de Prevenção a Acidentes e Violência Escolar (Cipave Mais), Secretaria da Educação (Seduc), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Instituto Federal no RS (IF) e Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), com o apoio do RS Seguro.

Texto: Ascom GVG

voltar
© Copyright 2019