Caxias vence o Grêmio e conquista o primeiro turno do Gauchão

Depois de eliminar o rival Inter, o Grêmio parecia ter caminho aberto para o título do primeiro turno do Gauchão. Faltou combinar com o Caxias, que, jogando em casa, neste sábado (22), surpreendeu o Tricolor e venceu por 1 a 0. Diogo Oliveira foi o autor do gol da vitória que, automaticamente, coloca a equipe da Serra na grande decisão estadual de 2020. Aos gremistas, restará lutar para conquistar o segundo turno.

 

Para começar o jogo em Caxias do Sul, o técnico Renato Portaluppi resolveu manter o trio de volantes que venceu o Gre-Nal. Entretanto, mesmo que estivesse jogando como visitante, era o Grêmio quem precisava agredir. E, tendo a melhor defesa do campeonato do outro lado, sentiu dificuldades em romper a forte marcação do Caxias.

 

A primeira finalização foi dos mandantes. Aos nove minutos, em cruzamento de Diogo Oliveira, o centroavante Gilmar apareceu às costas da defesa e chutou rente à trave de Vanderlei.

 

Em uma das poucas vezes em que o time grená deu espaço, Diego Souza quase abriu o placar. Lançado por Victor Ferraz, o centroavante saiu na cara de Marcelo Pitol e bateu rasteiro. Atento, o goleiro esticou a perna e impediu que a bola chegasse às redes.

 

Do lado gremista, pequenos sustos. Aos 31, Maicon salvou em cima da linha, com a coxa, cabeceio de Bruno Ré após cobrança de escanteio. Mas o maior sobressalto veio quando Everton pisou na bola, caiu no gramado e levou a mão ao tornozelo. Ele até retornou ao jogo, mas parecia descontado fisicamente. Tivesse em condições normais, quem sabe, poderia ter chegado antes do lateral Ivan quando Diego Souza protagonizou um pivô na entrada da área, tentando pifar o camisa 11.

 

Na volta do intervalo, a partida continuou sem grandes chances de gol e muito disputada fisicamente. De parte a parte, as oportunidades surgiam por meio da bola parada, como aos 14, quando Alisson cobrou falta direto para que Pitol espalmasse para o lado. Aos 17, o time gremista pediu pênalti quando Everton invadiu a área e acabou derrubado por Juliano. Com o auxílio do VAR, o árbitro Leandro Vuaden mandou o jogo seguir.

 

Com o placar zerado, a torcida mandante passou a cantar alto, acreditando que poderia alcançar o gol da vitória. Ele poderia ter vindo aos 27, com Tilica chutando de primeira, depois que Gilmar cabeceou para trás. Bem posicionado, Vanderlei agarrou firme. Minutos depois, o goleiro gremista ainda impediu que o centroavante cumprisse a meta.

 

De tanto martelar, o Caxias chegou às redes. O cronômetro marcava 33 minutos quando Diogo Oliveira dominou a bola livre, após escanteio afastado de maneira parcial pela zaga tricolor. O camisa 10 grená encheu o pé e estufou a rede do Centenário: 1 a 0.

 

Atrás do marcador, Renato passou a fazer substituições. Caio Henrique e Luciano ingressaram no jogo, mas a bola só chegava à área caxiense pelo alto. Venceu quem foi mais eficiente, tanto no ataque como na defesa.

 

GAUCHÃO — FINAL DO PRIMEIRO TURNO — 22/2/2020

 

CAXIAS (1)

 

Marcelo Pitol; Ivan, Laércio, Thiago Sales e Bruno Ré; Juliano e Carlos Alberto; Tilica, Diogo Oliveira (Vinicius Baiano, 37’/2º) e Juninho Potiguar (Bruninho, 24’/2º); Gilmar (Yuri, 41’/2º).

 

Técnico: Rafael Lacerda

 

GRÊMIO (0)

 

Vanderlei; Victor Ferraz, Paulo Miranda, David Braz e Cortez (Caio Henrique, 37’/2º); Lucas Silva (Thiago Neves, 24’/2º); Matheus Henrique e Maicon (Luciano, 38’/2º); Alisson e Everton; Diego Souza.

 

Técnico: Renato Portaluppi

 

Gol: Diogo Oliveira, aos 33 minutos do segundo tempo.

 

Cartões amarelos: Gilmar, Juliano, Bruno Ré, Carlos Alberto (C), Lucas Silva, Paulo Miranda, David Braz (G)

 

Arbitragem: Leandro Vuaden, auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi e Luiza Naujorks Reis. VAR: Igor Junio Benevenuto (MG).

 

Renda: R$ 448.720

 

Público:  9.211 torcedores

 

Local: Estádio Centenário, em Caxias do Sul

 

PRÓXIMO JOGO — 1ª RODADA DO SEGUNDO TURNO DO GAUCHÃO

 

29/2/2020, SÁBADO, 19H

 

GRÊMIO X JUVENTUDE

Fonte: Gaúcha ZH

voltar
© Copyright 2019