Celso de Mello avisa que Cármen Lúcia pode ter “cobrança inédita” sobre 2ª instância

O ministro Celso de Mello, o mais antigo membro do Supremo Tribunal Federal (STF), confirmou ter sugerido à presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, uma reunião informal entre os 11 ministros, nesta terça-feira, para discutir um possível novo julgamento sobre a prisão de condenados em segunda instância da Justiça.

voltar
© Copyright 2019