Chuva deixa cerca de 200 famílias fora de casa no Rio Grande do Sul

chuva que atinge o Rio Grande do Sul desde o começo desta quinta-feira (19) já deixa cerca de 200 famílias fora de casa. Em Uruguaiana, 170 famílias estão desalojadas e nove desabrigadas devido à cheia do Rio Uruguai. De acordo com o tenente-coronel Alexandre Martins, 87 residências foram danificadas pelo granizo, além de um posto de saúde. 

A cheia do rio também deixou 20 famílias desalojadas e duas desabrigadas em São BorjaEm Itaqui, 66 casas volantes, que podem ser movimentadas para se afastarem das águas do rio Uruguai, foram deslocadas. No total, pelo menos 1.160 pessoasforam atingidas pela chuva na região. 

Já em Venâncio Aires, o granizo causou estragos em quatro localidades. O número de famílias afetadas ainda é contabilizado. Houve muitos danos nas lavouras de fumo. A Defesa Civil também registrou chuva intensa, vendaval e granizo em Pântano Grande, Passo do Sobrado, Colinas, Barros Cassal e Gramado Xavier. 

Em Porto Alegre, a chuva no final da tarde deixou mais de 20 pontos de alagamentos em toda a cidade. Segundo a CEEE, a maioria dos 15 mil clientes que ficaram sem luz nos bairros Petrópolis, Higienópolis, Agronomia, Partenon, Centro, Cidade Baixa, Rio Branco e Santa Cecília já está com a energia normalizada.

Equipes estão trabalhando para restabelecer a luz em pontos isolados. A previsão é normalizar a rede elétrica até a madrugada. No começo da chuva, o número de residências sem energia chegou a 25 mil. 

Na região da RGE, são 6 mil clientes sem energia elétrica em toda a área de concessão. Ainda não há previsão para normalização. 

Morte em Cruz Alta

Em Cruz Alta, uma mulher morreu após levar um choque por fios de alta tensão de um poste na rua Pelotas, no Bairro Independência. Conforme os Bombeiros, Lenir de Fátima Cardias, 60 anos, morreu na hora. Ela havia saído de casa para estacionar o carro dentro da garagem da residência. 

voltar
© Copyright 2019