Com dois de Edenilson, Inter bate o Fluminense e vence a segunda seguida no Brasileirão

Levou quase um turno, mas o Inter enfim venceu duas partidas consecutivas neste Brasileirão. E com drama até o fim. Neste domingo, o Colorado bateu o Fluminense por 4 a 2, gols de Edenilson, duas vezes, Yuri Alberto e Paolo Guerrero, e entrou de vez naquele que parece seu melhor momento desde que começou o campeonato. Com o resultado, afastou-se de vez da zona de rebaixamento e ganhou duas posições na tabela.

Uma hora antes de a bola rolar, Diego Aguirre desfez o único mistério que existiu ao longo da semana sobre como o Inter iria a campo. Mesmo com a necessidade de propor o jogo, o técnico optou por repetir o meio-campo que goleou o Flamengo no Maracanã, com Rodrigo Dourado e Rodrigo Lindoso como volantes.

Bastou uma finalização para o Inter abrir o placar. Aos sete minutos, Cuesta se aventurou no campo de ataque e, da intermediária, acertou cruzamento na cabeça de Edenilson. O camisa 8 não precisou nem pular para escorar no cantinho de Marcos Felipe: 1 a 0.

Assim como no Maracanã, o Inter baixou suas linhas e passou a especular nos contra-ataques. O Fluminense tinha a bola, mas chegava pouco. Respondeu a primeira vez aos 10 minutos, em cobrança de escanteio de Egídio, mas a defesa colorada afastou o perigo dentro da área. Aos 20, Egídio foi à linha de fundo e buscou Luiz Henrique no cruzamento, desviado por Moisés antes da finalização. A primeira conclusão dos visitantes veio apenas aos 22 minutos, com chute fraco de Samuel Xavier para a linha de fundo.

O segundo gol do Inter quase saiu aos 29 minutos, após bela jogada de Yuri Alberto. O centroavante recuperou bola no meio-campo, avançou em velocidade e tocou para Taison, que passou pelo goleiro e chutou para o gol. Em cima da linha, Nino apareceu para afastar.

Se parecia que o Inter levaria a vantagem para o intervalo, os minutos finais foram os melhores dos cariocas no primeiro tempo. Aos 44, André conseguiu passe pelas costas da defesa gaúcha e encontrou Yago Felipe. Sozinho com Daniel, só teve o trabalho de bater para o fundo da rede: 1 a 1.

Dois minutos depois do empate, o próprio Yago Felipe deu bom passe para Abel Hernández, que só não virou o jogo porque parou em bonita defesa de Daniel. Os times foram para os vestiários com o placar empatado.

Quem mais assustou na volta para a segunda etapa foi o Fluminense. Aos seis, Ganso acertou passe em profundidade para Egídio, que tentou acionar Abel dentro da área. Cuesta foi mais rápido e conseguiu impedir o chute do uruguaio. Cinco minutos depois, Luiz Henrique recebeu de Yago Felipe e bateu para a defesa de Daniel.

Quando a partida parecia dominada pelos visitantes, que tinham maior posse de bola e criavam as melhores oportunidades, o Inter conseguiu mais uma escapada. Desta vez, pelo lado. Moisés chegou ao fundo com liberdade e conseguiu cruzamento na medida para Yuri Alberto. Com liberdade, o artilheiro não desperdiçou e recolocou os colorados na frente: 2 a 1.

O próprio Yuri teve a oportunidade para ampliar duas vezes. Primeiro em contra-ataque, aos 28, quando arrancou em velocidade e tocou para o centroavante finalizar na saída de Marcos Felipe, que colocou para escanteio. Na cobrança, Lindoso chegou a completar para o fundo das redes, mas o impedimento foi prontamente assinalado pela arbitragem. Aos 32, após triangulação com Taison e Edenilson, Yuri chutou em cima da defesa.

Aguirre e Roger resolveram mexer aos 35. O técnico colorado chamou Paolo Guerrero para o lugar de Taison, enquanto no Fluminense entraram Nenê, Matheus Martins e John Kennedy nas vagas de Martinelli, Luiz Henrique e Yago Felipe. E não demorou para as trocas do  Flu darem resultado. Aos 38, Nenê cobrou escanteio e Dourado afastou. Na sobra, Egídio mandou de primeira para a área e Nino ficou cara a cara com Daniel para empatar: 2 a 2.

Mas o Inter lutou até o final. Aos 47 minutos, Edenilson apareceu novamente na área para marcar seu segundo no  jogo e o terceiro do Inter: 3 a 2 e vitória no sufoco. E ainda deu tempo para Paolo Guerrero deixar o seu e fechar o placar em 4 a 2.

Fonte: GZH

voltar
© Copyright 2019