Com dois gols de Everton, Grêmio vira sobre o São José e vence a primeira na Arena

O Grêmio sofreu mais do que o esperado, mas conseguiu vencer o São José e assumiu o segundo lugar do Grupo B do Gauchão. Na noite desta quinta-feira (30), o Tricolor saiu atrás no marcador com gol do veterano Diguinho no primeiro tempo e obteve a virada com dois gols de Everton na etapa final.

 

Com a vitória, o Grêmio chega a seis pontos e fica a um do líder Caxias. O time de Renato Portaluppi terá o final de semana de folga e voltará a campo na segunda-feira para enfrentar o Esportivo novamente na Arena.

 

Na terceira partida da temporada, o técnico Renato Portaluppi repetiu a escalação pela terceira vez. Dessa forma, Luciano e Patrick foram mantidos na faixa central do setor ofensivo enquanto os novos contratados para suas funções Diego Souza e Thiago Neves assistiram ao jogo nos camarotes da Arena.

 

O início da partida teve o cenário esperado. O Grêmio ocupou o campo de ataque e trocou passes em busca do espaço para finalizar. Bem postado, o São José não deu brechas para as ações ofensivas do Tricolor, que arriscou apenas em chutes da intermediária com Alisson, Everton e Luciano. A melhor chance foi de Alisson, que após uma jogada que envolveu ainda Luciano e Maicon, chutou forte e parou em defesa de Fábio.

 

A pressão gremista durou por pouco mais de 15 minutos. Depois disso, o São José conseguiu sair do seu campo e passou a levar perigo. Aos 20, Saldanha chegou a mandar a bola para as redes, mas o lance foi anulado por impedimento.

 

Com o Grêmio tendo dificuldades para criar no ataque, Renato teve problema também na defesa. Aos 37, Kannemann, que havia se lesionado em um lance com Gustavo Xuca aos 23, teve de sair para a entrada de Paulo Miranda.

 

O São José se aproveitou da zaga reserva do Grêmio (Geromel já era ausência por estar se recuperando de uma cirurgia) e conseguiu abrir o placar na Arena. Em uma bela jogada, o veterano Diguinho deixou David Braz no chão e chutou antes da cobertura de Paulo Miranda para colocar os visitantes em vantagem: 1 a 0. O primeiro tempo terminou com a torcida gremista vaiando o time.

 

Everton chama a responsabilidade

 

Após a má atuação no primeiro tempo, o Grêmio voltou com mais ímpeto para a etapa final tendo em Everton o seu grande nome. Com os companheiros de ataque tendo atuações apagadas, o camisa 11 concentrou as ações ofensivas gremistas.

 

Aos 11 minutos, ele apareceu como um centroavante na área. Em cruzamento de Maicon, Everton cabeceou acertando o travessão de Fábio. Logo depois, Cebolinha desviou novamente de cabeça e a bola chegou a Luciano, que também acertou o travessão.

 

Renato esperou até os 13 minutos para mexer na equipe. Thaciano foi chamado para o lugar do garoto Patrick, que não foi bem. Antes mesmo da alteração surtir efeito veio o empate. O lateral Victor Ferraz foi a linha de fundo e cruzou na medida para Everton, que testou para o fundo do gol aos 18: 1 a 1.

 

O empate fez o Grêmio aumentar ainda mais a sua pressão. O restante do jogo foi de ataque contra defesa, mas sofreu pela falta de um centroavante. Sem um homem de área, a equipe exagerou nos cruzamentos sem encontrar alguém para desviar para o gol.

 

O Tricolor, no entanto, tinha Everton e ele resolveu novamente. Aos 42, o camisa 11 aproveitou rebote da jogada de Ferreira, que havia entrado no lugar de Lucas Silva, e chutou com força para vencer Fábio e garantir a segunda vitória do Grêmio no Gauchão.
voltar
© Copyright 2019