Com gol de Bolaños, Grêmio vence o Atlético-PR e abre vantagem na Copa do Brasil

Redação: Rafael Nunes

Fonte: Radio Gaucha

O Grêmio teve uma grande estreia na busca pelo penta na Copa do Brasil. Ao vencer o Atlético-PR ontem, por 1 a 0, gol de Bolaños, na Arena da Baixada, largou em vantagem nas oitavas de final e se classifica com qualquer empate na Arena. O jogo de volta está marcado para 21 de setembro. As informações são do jornal Zero Hora. 

O técnico Roger exibiu um novo Grêmio no gramado artificial da Arena da Baixada. Com um tripé de volantes, formado por Walace, Jaílson e Ramiro, mais Douglas centralizado, com Luan e Bolaños de dupla de ataque, o time apresentou equilíbrio desde o início, com marcação intensa sobre o Atlético-PR. O piso sintético, que foi molhado antes do jogo, fez a bola correr mais. Mas o que parecia ser um problema para o Grêmio até ajudou. Aos seis minutos, Marcos Guilherme escorregou e entregou a bola para Walace acionar Douglas na intermediária. O camisa 10 deu um passe de letra, com muito estilo, para Bolaños dentro da área. Bem posicionado, o equatoriano desviou de Weverton e saiu para comemorar com um abraço em Roger Machado.

Com marcação encaixada, o Grêmio parecia ser o mandante. Aos 16, Luan testou Weverton, seu companheiro no ouro com a seleção olímpica, com um chute da entrada da área. Depois, foi a vez de Edílson. Após receber de Walace, o lateral finalizou rasteiro, defendido pelo goleiro do Atlético-PR.

Tamanho era o domínio do Grêmio, que o adversário não finalizou ao gol de Marcelo Grohe no primeiro tempo. Antes do intervalo, a equipe de Roger teve três oportunidades para ampliar. Aos 37, Luan arrancou da ponta esquerda e concluiu por cima, perto do travessão. Depois, Ramiro foi acionado por Luan, invadiu a área e concluiu com perigo, ao lado do gol. Aos 45, Bolaños recebeu de Luan e teve conclusão barrada pela zaga do Atlético.

No segundo tempo, o Grêmio continuou criando boas chances. E aos dois minutos, como ocorreu no primeiro gol, Douglas acionou Bolaños — desta vez, com um lançamento do campo de defesa, que pegou a zaga do Atlético desprevenida. O equatoriano zuniu por trás da defesa e disparou com a bola no pé até a área. Mas, na hora da conclusão, cara a cara com Weverton, o chute saiu por cima.

A partir daí, o Atlético cresceu. Com a entrada de Juninho e João Pedro, a equipe de Paulo Autuori passou a agredir o Grêmio. Aos quatro minutos, veio o primeiro chute a gol, com Luan (ex-Palmeiras, que fazia sua estreia pelo Atlético-PR), que concluiu por cima. Depois, uma blitz aérea. Aos nove, João Pedro levantou para Luan, que cabeceou por cima. Aos 12, João Pedro cobrou escanteio e André Lima desviou de cabeça para fora.

A estrela de Marcelo Grohe brilhou no final do jogo. O goleiro do Grêmio e da Seleção pegou cabeceio de Luan aos 23 minutos. E fez uma defesa espetacular após cruzamento de Sidcley aos 30: André Lima ganhou de Kannemann pelo alto e desviou com força para Grohe espalmar por cima.

O time de Roger conseguiu segurar a pressão até o final e garantiu um resultado importante para o jogo de volta na Arena. Com o apoio da torcida, bastará apenas um empate para avançar para as quartas de final da Copa do Brasil. 

ZERO HORA

 
voltar
© Copyright 2019