Comando Rodoviário multa mais de mil motoristas por trafegarem sem faróis ligados no RS

Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) autuou 1.021 condutores que trafegaram sem os faróis ligados nas rodovias estaduais do Rio Grande do Sul. O estado gaúcho foi o quinto com o maior número de infrações. Em todo o Brasil, foram cometidas 10,7 mil multas.

Uso de farol baixo é obrigatório nas rodovias

O estado que mais registrou irregularidades foi Goiás. Lá, a PRF aplicou 1.767 multas. Paraná aparece em segundo, com 1.516 autuações. Santa Catarina, com 1.092; e Minas Gerais, com 966, vem logo em seguida, respectivamente.

Desde sexta-feira (8), veículos que trafegam pelas rodovias brasileiras precisam usar os faróis acesos, inclusive durante o dia. Em caso de descumprimento, o motorista é autuado por infração média, com multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira de habilitação.

Levantamento da PRF

Polícia Rodoviária Federal (PRF) multou 825 motoristas no Rio Grande do Sul que trafegaram sem ligar os faróis nos três primeiros dias de validade da nova lei. A expectativa, porém, é que o número de motoristas autuados diminua nas próximas semanas.

“A PRF salienta que o número de multas não foi alto, devido a ampla divulgação. Além disto, espera uma redução de infrações ao longo do mês, devido a conscientização dos motoristas da importância de dirigir com o farol ligado durante o dia”, disse o superintendente da PRF no RS, Pedro de Souza.

Interpretações diferentes

O motorista que transita nas estradas gaúchas precisa cuidar para a interpretação diferenciada que as duas polícias rodoviárias estão fazendo. Luz de farol de rodagem diurna, a chamada DRL, é aceita pela PRF nas rodovias federais. Já o Comando Rodoviário não aceita tal dispositivo e já informou que irá multar quem não trafega com farol baixo nas rodovias estaduais.

voltar
© Copyright 2019