Comissão de Agricultura vai discutir violência no campo

Foto: Rafael Luz / STJ

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (CAPADR) aprovou, nesta quarta-feira (16), dois requerimentos de autoria do deputado federal Jerônimo Goergen (Progressistas-RS) para a realização de audiências públicas. O primeiro deles prevê o debate sobre a “A violência no campo”. Já o segundo requerimento tem como objetivo debater as “Medidas do governo diante da elevação dos custos de produção”. A data e a hora dos debates serão marcadas posteriormente pela secretaria da CAPADR.

Sobre o problema do aumento da criminalidade no campo, Jerônimo destaca que o setor agropecuário está sendo vítima de sua própria valorização, na medida em que insumos, equipamentos e a própria produção agrícola passaram a ser muito visados pelos criminosos. “A insegurança é o tema que mais preocupa o produtor. E nós precisamos ter uma estratégia de combate à violência no meio rural”, argumentou. A escalada da criminalidade que atinge o agronegócio levou Jerônimo a apresentar o Projeto de Lei 2079/2015, que inclui no rol de crimes hediondos o roubo, furto, receptação e o contrabando de defensivos agrícolas. A proposta enfrenta uma forte resistência da bancada do PT e teve sua tramitação paralisada na Comissão de Constituição e Justiça.

Já em relação ao segundo requerimento aprovado, Jerônimo ressalta que o governo federal precisa apresentar medidas emergenciais para equilibrar o preço dos insumos, que tem provocado a disparada do preço dos alimentos. “A notícia de hoje no Rio Grande do Sul é que o preço do frango subiu 16% em 12 meses. Não significa que o empresário ou o produtor estejam ganhando. O que nós temos é uma elevação dos custos de produção efetivamente. No caso da proteína animal um problema seríssimo. E nós precisamos de medidas. Que o Estado brasileiro tenha um cuidado com o abastecimento da matéria-prima utilizada na ração”, cobrou o parlamentar. Jerônimo alerta que esse desequilíbrio está tirando renda do produtor, afetando o consumo das famílias e pressionando a inflação.

Na avaliação do vice-presidente da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), Domingos Velho Lopes, ambos os temas aprovados pela Comissão de Agricultura são extremamente relevantes e atuais. “É preciso enaltecer a iniciativa do deputado Jerônimo, sempre muito atento aos verdadeiros problemas do campo. A crescente violência dentro das propriedades e a elevação assustadora dos custos de produção para as próximas safras precisam ser tratados com muita seriedade”, alertou o dirigente.

 

Assessoria de Imprensa Deputado Federal Jerônimo Goergen – Progressistas/RS

voltar
© Copyright 2019