Copa do Brasil: Inter vence Atlético-GO e encaminha vaga

Deivison Ávila
A escalação com apenas três titulares e alguns nomes bem questionáveis preocupou o torcedor. Mas a fragilidade do Atlético-GO colaborou para que o Inter vencesse por 2 a 1, pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O triunfo conquistado nesta quarta-feira (28) no Estádio Olímpico deixa os comandados de Eduardo Coudet a um empate das quartas de final. O jogo da volta será na próxima terça-feira (3), às 21h30min, no Beira-Rio.
Logo aos quatro minutos, o questionado William Pottker quase marcou, depois de uma cabeçada sem marcação. Cinco minutos depois, Nonato arrumou para Marcos Guilherme, na entrada da área. Ele chutou colocado, tirando tinta do gol defendido por Jean.
Com tantas chances criadas, o Colorado não demorou para tirar o zero do placar. Aos 12, a defesa do Dragão cochilou, Rodinei tocou para Marcos Guilherme, livre na ponta direita. Ele cruzou na medida para Leandro Fernández cabecear para o fundo das redes.
Após o gol, o Inter diminuiu a intensidade, recuou as linhas e o Atlético cresceu. Aos 22, Janderson caiu na área em dividida com Marcelo Lomba. O juiz assinalou o pênalti, mas o VAR entrou em ação, e Marcelo de Lima Henrique cancelou a marcação. Em seguida, em uma falta frontal, o goleiro Jean cobrou com perfeição, e Lomba salvou o Colorado.
O Inter continuou lento na volta do vestiário. Os donos da casa tinham mais posse de bola, mas faltava qualidade técnica para os goianos. Mesmo assim, em três minutos, Hyuri quase marcou em dois lances, ganhando no alto da defesa colorada. Então Coudet chamou Edenilson e Patrick.
E, aos 15 minutos, quando o Inter não vivia um bom momento, Leandro Fernández tabelou com Moisés e deixou o lateral na cara de Jean. Ele tocou na saída do goleiro atleticano e marcou o segundo gol dos gaúchos. Aos 36, D’Alessandro avançou e deixou Edenilson livre na pequena área, mas Jean saiu do gol e abafou o lance.
Com o resultado nas mãos, o Colorado passou a trocar passes e prender a bola no meio-campo. Já os goianos não tinham forças para reagir. Só que nos acréscimos, Wellington Rato entrou a dribles na área e foi derrubado por Abel Hernández. O goleiro Jean cobrou e descontou para os goianos.
Nesta quinta-feira (29), a delegação embarca para São Paulo, onde fica até sábado, quando enfrentará o Corinthians, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, última do primeiro turno.
ESCALAÇÃO
Atlético-GO 1
Jean; João Victor, Éder, Gilvan (Luan Sales) e Nicolas; Willian Maranhão (Wellington Rato), Gabriel Baralhas, Janderson (Matheuzinho), Chico e Matheus Vargas (Oliveira); Hyuri (Júnior Brandão). Técnico: Eduardo Souza (interino).
Inter 2
Marcelo Lomba; Rodinei, Pedro Henrique, Cuesta e Moisés; Musto, Nonato (Peglow), Marcos Guilherme (Patrick) e Praxedes (Edenilson); Leandro Fernández (Abek Hernández) e William Pottker (D’Alessandro). Técnico: Eduardo Coudet.
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ).
voltar
© Copyright 2019