Deputado Mário Jardel demite todos funcionários de seu gabinete

O deputado Mário Jardel (PSD) exonerou todos os funcionários de seu gabinete na tarde desta quinta-feira (3). A decisão ocorreu dias depois de a operação Gol Contra, que acusa o parlamentar de ter desviado verbas da Assembleia Legislativa, foi deflagrada. As informações são do jornal Zero Hora.

Esta é a segunda vez que Jardel afasta seus funcionários neste ano. Em abril, eledemitiu membros do gabinete na Assembleia e se afastou temporariamente do parlamento sob justificativa de uma depressão.

Conforme seu advogado, Amadeu Weinmann, Jardel agora fará um gabinete de "sua escolha e não a de quem tem interesse na perda de seu mandato". A exoneração de hoje atinge dez servidores do gabinete e seis da bancada do PSD.

Weinmann, que defenderá Jardel das acusações de desvio de verbas públicas, disse que o deputado está na "plenitude de sua atividade" e que falará ao corregedor da Assembleia Legislativa na segunda-feira. Sobre a decisão da Justiça, que reverteu a suspensão do exercício da função pública determinada contra Jardel, o advogado disse:

" Foi cumprida a Constituição e a independência dos poderes foi restaurada", disse.

voltar
© Copyright 2019