Dez municípios concentraram mais da metade dos homicídios do RS em 2016

Apenas dez municípios do Rio Grande do Sul concentraram mais da metade dos 2.608 homicídios dolosos registrados no Estado em 2016 – sem contar acidentes de trânsito e latrocínios. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) nesta quinta-feira (26).

Porto Alegre lidera a lista, com 705 ocorrências de homicídio. Na sequência vem Viamão, Caxias do Sul, Canoas, Alvorada, Gravataí, São Leopoldo, Pelotas, Santa Maria e Novo Hamburgo. O total dessas cidades chegou a 1.501 mortes.

Esses mesmos municípios estão entre os primeiros no número de prisões por tráfico de drogas, roubos em geral e roubo de veículos. Na soma total dos dez crimes analisados, a SSP ressalta que 21 cidades – a maioria na Região Metropolitana de Porto Alegre – registraram 85% dos casos. 

Latrocínios

O Rio Grande do Sul registrou em 2016 o maior número de latrocínios – roubo seguido de morte – dos últimos 15 anos, de acordo com os dados disponíveis na estatística da SSP.

 

Os criminosos mataram 164 pessoas em assaltos no ano passado, o equivalente a um caso a cada dois dias e meio. Diante de 2015, que registrou 143 latrocínios, houve aumento de 14,7%. 

Fevereiro foi o mês mais violento de 2016, com 24 casos de latrocínio. Já outubro teve o menor índice, com nove ocorrências.

GAÚCHA

 
voltar
© Copyright 2019