Dinheiro apreendido em “bunker” de Geddel passa dos R$ 51 milhões

A Polícia Federal terminou de contabilizar a quantia em dinheiro apreendida nesta terça-feira (5) no "bunker" atribuído ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA). O balanço final é de R$ 51.030.866,40. As cédulas foram encontradas em caixas e malas durante a Operação Tesouro Perdido. O valor representa a maior apreensão de dinheiro vivo já feita pelo órgão.



No montante, a polícia contou R$ 42.643.500 e US$ 2,688 milhões. Os dólares convertidos, na cotação de venda desta terça-feira, somaram R$ 8.387.366,40. Sete máquinas foram utilizadas para o trabalho de contagem, durou mais de 14 horas. A quantia apreendida será depositada em uma conta judicial.



Confira os valores finais divulgados pela PF:

R$ 42.643.500,00

US$ 2.688.000,00 = R$ 8.387.366,40

*cotação de venda em 05/09 ( 1 dólar = 3,1203 reais)



Entenda a operação

A ação foi deflagrada por conta de informações, obtidas pelos investigadores, de que o ex-ministro guardava em um apartamento, em Salvador, material que poderia ser do interesse da Operação Bullish — que investiga o envolvimento de Geddel em desvio de recursos na Caixa Econômica Federal.



O peemedebista cumpre prisão domiciliar em seu apartamento, na capital baiana, sem tornozeleira eletrônica. A defesa de Geddel, contatada na manhã desta terça, não se pronunciou.

voltar
© Copyright 2019