Em rara tarde de tranquilidade, Lisca define time do Inter para o jogo contra o Fluminense

Tranquilidade vem sendo algo raro no ambiente do Inter. Após uma semana agitada, com declarações polêmicas de dirigentes, notas oficiais, protestos da torcida e críticas nacionais à conduta do clube após a tragédia da Chapecoense, finalmente o técnico Lisca teve nesta segunda-feira uma tarde calma para trabalhar. O treinador aproveitou para definir o time para o jogo de domingo, contra o Fluminense. Alex será o lateral-esquerdo, e Nico López terá a companhia de Vitinho no ataque.

A tarde começou com notícias boas para Lisca. O lateral Ceará e o meia-atacante Marquinhos foram liberados pelo departamento médico e retornaram aos trabalhos. Os dois estavam fora do time por conta de uma lesão muscular na coxa direita. O lateral não atua há um mês, desde a derrota para o Palmeiras, no dia 6 de novembro. Já o atacante ficou o dobro do tempo parado. O seu último jogo foi a vitória sobre o Coritiba, no dia 6 de outubro. No entanto, nenhun dos dois foi escolhido para o time titular.

Lisca comandou um trabalho de ataque contra defesa. De colete verde, os atletas William, Paulão, Ernando e Alex formaram a linha defensiva. Eles eram atacados pelos meio-campistas Anselmo, Rodrigo Dourado e Anderson, e os atacantes Valdívia, Vitinho e Nico Lopez. O time de "ataque" era ainda reforçado pelos "coringas" Ceará e Artur. Depois, o treinador deu coletes verdes para Anselmo e Dourado e os dois volantes passaram a atuar no time da "defesa".

Ao final do trabalho e após dar várias instruções, Lisca montou a equipe com os dez atletas de linha, confirmando sem mistérios o Inter que vai a campo no jogo contra o Fluminense. A provável escalação terá Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Alex; Anselmo, Rodrigo Dourado e Anderson e Valdívia, Vitinho e Nico López.

Gaucha

voltar
© Copyright 2019