Em reunião do Conselho, Piffero fala pela primeira vez em rebaixamento

A preocupação da direção do Inter em relação ao risco de rebaixamento é maior daquela percebida em entrevistas coletivas de dirigentes. Em reunião do Conselho Deliberativo do Inter, nesta segunda-feira, o presidente Vitorio Piffero assumiu a responsabilidade pelo péssimo momento do clube e admitiu algo que ainda não falou diante dos microfones.

"Quando eu digo nas rádios 'não falo em rebaixamento', eu não falo para eles (imprensa) no rebaixamento. Mas eu evidentemente sonho, durmo e não durmo permanentemente pensando no que deve ser feito, como vou fazer, quais resultados estamos obtendo, 'puxa, não tá funcionando, vamos de novo, mais uma vez.'"

O dirigente também revelou o ambiente do vestiário que, pelo discurso, pareceu extremamente abatido com a fase adversa.

"Estamos profundamente preocupados com a possibilidade de rebaixamento", repetiu. "Fundamentalmente estamos com uma luta indescritível para mudar este nosso histórico atual de resultados de jogo. Passa por uma mudança brutal do estado anímico dos nossos jogadores, que nós estamos mexendo céu e terra para conseguir. E isso tem sido uma dificuldade. Não é nem um nem dois que, depois de um resultado negativo, saem chorando de campo." 

Piffero também pediu sugestões aos conselheiros. Assumiu a responsabilidade pelo mau momento, lembrou duelos históricos que salvaram o Inter contra Palmeiras e Paysandu e falou:

"Quero fazer aqui, além do mea-culpa, a responsabilidade é sempre do presidente, quero fazer aqui um especial apelo para que nós estejamos unidos nesta jornada até o último jogo do Campeonato Brasileiro."

O episódio desta tarde, quando fogo foi ateado em matagal no CT, foi minimizado pelo presidente.

"Nós chegamos ontem, às 3h30min da manhã, e tinham 10 torcedores lá tumultuando no aeroporto. E acaba saindo no jornal. Hoje, no treino, tinha 20, um botou fogo num arbusto e acaba saindo no jornal. Parece que desmancharam o CT", disse. 

Já no fim do discurso, Piffero afirmou que o clube está estudando formas de reduzir os valores dos ingressos. 

*ZHESPORTES

voltar
© Copyright 2019