Em última defesa, Temer pede ao TSE julgamento separado de contas eleitorais com Dilma

A defesa do presidente Michel Temer apresentou na noite dessa sexta-feira (24) ao Tribunal Superior Eleitoral as alegações finais referentes ao processo que pede a cassação da chama Dilma-Temer. Os advogados pediram que as contas da campanha de ambos sejam separadas. As informações são da Folha de São Paulo.

Na alegação, a defesa diz que Temer não pode sofrer condenação por atos de terceiros. Os advogados justificam ainda que as campanhas receberam recursos de origem diversa e independente, e também pediram que o mandato de Temer sejam mantido.

Nesta semana, o ministro do TSE, Herman Benjamin determinou o fim da fase da investigação da ação que pede a cassação da chapa. O julgamento, que pode ocorrer a partir do mês que vem. 

voltar
© Copyright 2019