Escolas privadas do RS têm maior inadimplência dos últimos seis anos

O ano de 2016 termina com a maior inadimplência nas escolas privadas do Rio Grande do Sul registrada desde que o levantamento é feito pelo Sindicato do Ensino Privado (Sinepe). E a situação pode ficar ainda mais difícil para os pais. Isso porque o reajuste médio nas mensalidades para 2017 será acima da inflação.Nos últimos seis anos, a inadimplência na educação privada teve aumento de 70%, passando de 5% em 2011 para 8,5% em 2016. Mas os números do Sinepe mostram que os pais estão tentando quitar as dívidas.

O índice de inadimplência caiu 22% entre o primeiro e o segundo semestre deste ano. No entanto, isso não garante que os alunos possam voltar para a escola privada no ano que vem.

O reajuste médio nas mensalidades será de 11,5%. A explicação é o aumento de custos.

“Contas públicas é um deles, investimento em parte tecnológica, em segurança, PPCI. Só esses insumos subiram muito mais do que a inflação”, explica o presidente do Sinepé, Bruno Eizerik.

voltar
© Copyright 2019