Escolhidos deputados que vão analisar denúncias contra Jardel

Os deputados Sergio Turra (PP), Jeferson Fernandes (PT) e Tiago Simon (PMDB) foram os escolhidos para analisardenúncias contra o deputado Mario Jardel (PSD). A Subcomissão Processante terá o prazo de cinco sessões plenárias, prorrogáveis por mais cinco, para apresentar um relatório recomendando o arquivamento da denúncia ou punições que podem ser advertência, suspensão ou cassação.

Depois de concluída essa etapa, o relatório é encaminhado para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e, se aprovado, é repassado para votação do Plenário.

“É uma posição complicada, mas temos que fazer um trabalho apartidário”, relata Turra, um dos membros da Subcomissão. Ele, ao lado de Jeferson Fernandes, também atuaram no grupo criado para analisar as denúncias contra o deputado Diogenes Basegio (PDT), que renunciou ao mandato e, posteriormente, foi cassado, o que ocorreu no final de 2015.

Mario Jardel acompanhou desde o início a reunião da Comissão de Ética, realizada no início da tarde desta quinta-feira (11). No entanto, pouco antes do final, ele deixou o local e não quis gravar entrevista. O parlamentar se limitou a dizer que é inocente.

“Tenho a consciência tranquila. Graças a Deus”, falou antes de entrar no elevador de uso exclusivo dos deputados.

Durante o encontro, ele estava acompanhado de assessores e de advogados. Ele ainda não se pronunciou sobre as denúncias. A expectativa é que ele compareça e responda a todas as perguntas do depoimento que deve embasar os trabalhos da Subcomissão.

voltar
© Copyright 2019