Estado e duas prefeituras da Grande Porto Alegre irão parcelar salários de agosto

O agravamento da crise financeira que atinge o Estado e os municípios fará com que os servidores vinculados ao Executivo gaúcho recebam os salários de agosto parcelados, assim como trabalhadores das prefeituras de Porto Alegre e São Leopoldo. Os calendários de pagamento serão divulgados nos próximos dias, quando serão confirmados os valores exatos e o calendário para a quitação completa.

Estado

Os salários de agosto dos servidores estaduais serão parcelados pelo 19º mês consecutivo. Na próxima quinta-feira (31), a expectativa é de que o depósito da primeira parcela não ultrapasse R$ 650. O valor é o mesmo pago em julho. No entanto, o déficit mensal deverá ser superior ao dos últimos meses, superando R$ 1,3 bilhão.

O secretário estadual da Fazenda, Giovani Feltes, acredita que o Piratini poderá ter encontro de folhas nos próximos meses, ou seja, quando um novo calendário de pagamento se inicia sem a conclusão do outro.

Porto Alegre

Os servidores da Capital receberão em parcelas pelo terceiro mês consecutivo. A tendência é que o valor máximo depositado nas contas na próxima quinta-feira (31) fique entre R$ 4 mil e R$ 5 mil. Em julho, a parcela foi de R$ 6.650. Em junho, o valor chegou a R$ 10,6 mil.

São Leopoldo

Os trabalhadores do Executivo do município entrarão no quarto mês em sequência com os salários parcelados. O depósito não ocorrerá na quinta-feira (31), como está previsto legalmente. A expectativa é que o pagamento ocorra nos primeiros dias de setembro. A parcela ficará entre R$ 1 mil e R$ 1,5 mil. O valor exato e o calendário serão divulgados na tarde desta terça-feira (29).

GAÚCHA

voltar
© Copyright 2019