Expectativa de vida do gaúcho sobe para 77,5 anos

A expectativa de vida subiu para 77,5 anos no Rio Grande do Sul. O dado é de 2015 e foi divulgado nesta quinta-feira pelo IBGE. Em 2014, estava em 77,2 anos.

As mulheres têm esperança de vida maior ao nascer: 80,9 anos. Entre os homens, é 74 anos.

Na média dos dois sexos, o Rio Grande do Sul fica em quinto no País. A média nacional também aumentou, para 75,5 anos.

Em 2000, o Rio Grande do Sul apresentava a maior expectativa de vida ao nascer no País. Era de 72,4 anos. Foi perdendo a posição nos últimos anos.  

Atualmente, o Estado com maior expectativa de vida é Santa Catarina. É 78,7 anos.

Mortalidade infantil

A mortalidade das crianças menores de 1 ano é indicador da condição de vida socioeconômica de uma região. A menor taxa de mortalidade infantil foi encontrada no Espírito Santo, com 9,2 óbitos de crianças menores para cada 1.000 nascidos vivos.

“Mesmo os Estados do Espírito Santo, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul com taxas abaixo de 10 por mil estão longe das encontradas nos países mais desenvolvidos do mundo. Japão e Finlândia, por exemplo, possuem taxas na ordem de 2 por mil. Contudo, bem abaixo de países da África Ocidental e Central cujas taxas de mortalidade infantil estão em torno de 90 por mil.” –analisa o IBGE.

Rio Grande do Sul: 9,9 óbitos

Gaucha

voltar
© Copyright 2019