Final de torneio de futebol com mais de 1 mil pessoas é encerrada por fiscalização no RS

O setor de fiscalização da Prefeitura de Santana do Livramento, cidade da Fronteira do Rio Grande do Sul, encerrou uma partida de futebol que reunia mais de 1 mil pessoas, entre jogadores e torcedores, na noite de sábado (13).

De acordo com a Defesa Civil, órgão responsável por garantir o cumprimento das medidas sanitárias de combate à Covid-19 na cidade, denúncias contra a partida levaram uma equipe de fiscalização até o Estádio João Martins, na Rua Pinheiro Machado, no Centro da cidade.

RBS TV fez contato com a direção do estádio, mas ainda não teve retorno.

No local, ocorria a final do Torneio Amistad, que estava em andamento desde 2020 no Uruguai. Conforme a Defesa Civil, a organização do campeonato teria recebido uma negativa da Prefeitura de Rivera quanto à realização da última partida do torneio uruguaio. Com isso, alugou o estádio brasileiro.

“A gente vê, em todo o Brasil, que acontecem jogos de futebol em clubes grandes e não tem público. Então, acho que não haveria necessidade de explicar o porquê que aconteceu isso. A gente contou com o apoio da brigada militar, que foi ao estádio e solicitou que as pessoas se retirassem por estarem contrariando uma ordem referente à Covid-19 que até libera o futebol, mas não com público”, disse o coordenador da Defesa Civil Municipal, Ademir Pacheco Cezar.

A Defesa Civil constatou que, além do excesso de pessoas no interior do estádio, elas não respeitavam o distanciamento social e muitas não utilizavam máscara. A Brigada Militar (BM) foi contatada pela fiscalização para que fosse possível dispersar o público.

direção do estádio foi multada em R$ 6,1 mil, pela prefeitura, por desrespeitar as medidas sanitárias de combate à Covid-19.

A partida foi encerrada antes do término.

G1 RS

voltar
© Copyright 2019