Ford fechará fábricas no Brasil, incluindo a da Bahia, que quase foi montada no RS

Linha de montagem do Ford KA na Ford Company do Brasil, em São Bernardo do Campo (SP), em junho de 2003 — Foto: Robson Fernandes/Estadão Conteúdo/Arquivo
A norte-americana Ford comunicou nesta segunda-feira (11) que vai parar a produção de veículos no Brasil, o que inclui a unidade na Bahia, situada em Camaçari, que chegou a ser anunciada para ser erguida no Rio Grande do Sul, no fim da década de 1990.
A unidade de Camaçari seria inicialmente montada em Guaíba, num acerto durante o governo de Antonio Britto (MDB, 1995-1998). Impasse sobre os termos do contrato, principalmente sobre incentivos fiscais e financiamento, entre a companhia e o governo de Olívio Dutra (PT, 1999-2002) acabou levando à desistência do investimento. O terreno que receberia a fábrica na cidade da RMPA até hoje não foi ocupado.
Em nota, o comando da montadora nos Estados Unidos apontou a reestruturação da companhia, com fechamento de unidades no Brasil, informou o site Bloomberg. A medida vai significar a demissão de 5 mil trabalhadores.
Três unidades serão desativadas. Camaçari, onde são produzidos os modelos Ka e EcoSport, será a primeira a ser fechada. As unidades de Taubaté, em São Paulo, que fabrica motores e transmissões, e de Horizonte, que produz o utilitário Troller T4, serão fechadas ao longo do ano. A montadora já havia encerrado a produção na fábrica de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.
No comunicado, a empresa diz que atenderá o mercado do Brasil com o portfólio global, incluindo modelos montados na Argentina. A redução da estrutura terá impacto de mais de US$ 4 bilhões.
“Com mais de um século na América do Sul e no Brasil, sabemos que essas ações são muito difíceis, mas necessárias para criar um negócio saudável e sustentável”, disse Jim Farley, CEO da Ford, em um comunicado, segundo a Bloomberg.
JC Comercio
voltar
© Copyright 2019