Galhardo se diz pronto para substituir D’Ale contra a Universidad Católica

O atacante Thiago Galhardo é o artilheiro do Inter com três gols na temporada e, a tendência, é que ele seja o substituto do suspenso D’Alessandro no jogo de estreia do clube na fase de grupos da Libertadores, contra a Universidad Católica, na próxima terça-feira, no Beira-Rio. Depois de oito jogos atuando com a camisa do Colorado e somente um deles na Libertadores, Galhardo se diz pronto para ajudar a equipe a iniciar a nova etapa do clube com vitória.

“Fico na expectativa de jogar sempre. Independente de ocupar a vaga de titular ou começar no banco, temos que estar sempre ligados. Contra a “La U”, o Boschilia e o Marcos Guilherme é que definiram a vaga. Temos que estar atento para ajudar o Inter. Óbvio que quero jogar. Quem está fora tem que se incomodar, de uma forma sadia, por isso, trabalhar e mostrar que tem chances de ajudar a equipe”, disse.

Contra o Caxias, Galhardo voltou a atuar como segundo volante, já que o centroavante Gustavo fez a sua estreia. Para o jogador de 30 anos, a função que desempenho no sábado é a ideal para ele jogar o seu melhor futebol. “Sem dúvida, é a posição que eu tenho mais oportunidade de rodar. Até porque ele coloca o Gustavo centralizado e me dá uma liberdade maior. É o jeito que eu gosto. Chegar na área. Buscar a bola para tabelar. Independente da posição, das cinco da frente, quero é ajudar”, declarou.

Jogador bastante competitivo dentro de campo e fora dele, o atacante cobrou nas entrevistas após o empate com o Caxias dois lances que considera fundamental para o resultado no Centenário. “No primeiro tempo, teve uma bola na mão que eu estava no lance e foi claro. Ainda teve um segundo lance que o cara me pisou. Se aquilo não é pênalti… Acho que foi mais pênalti do que no Moledo, pois eu estava com a bola dominada e o cara me pisa. Temos que valorizar o ponto, pois tinham muitos estrearam hoje”, revelou.

Galhardo lamentou o gol sofrido no final do jogo em um lance que todos do grupo estavam cientes que é a jogada forte do Caxias. “Fizeram três gols de bola parada, nos últimos três jogos. É um ponto forte deles. Amarraram o jogo inteiro para jogar por uma bola parada. Vi alguns jogos deles e tem tentado isso o tempo inteiro. Os dois velocistas, muito bons jogadores, tentam o um contra um e acabam sofrem faltas. Foi um descuido nosso, mas criamos chances. Estamos treinando bastante, pois é repetição”, ressaltou.

O Inter volta aos treinamentos às 17h deste domingo, no CT do Parque Gigante. O Colorado encerra a preparação para enfrentar os chilenos com uma atividade na segunda-feira, no mesmo horário. A partida está marcada para terça-feira, às 19h15min, no estádio Beira-Rio.

voltar
© Copyright 2019