Governo estadual recupera R$ 1,53 bi em dívida ativa

A Secretaria da Fazenda do Estado fechou o ano com um recorde nominal – desconsiderando a inflação – na cobrança da dívida ativa junto aos devedores de impostos. Em 2015, o montante recuperado pelas vias administrativa e judicial alcançou a marca de R$ 1,53 bilhão. O acréscimo em comparação ao ano anterior foi de R$ 290 milhões.

Com a atualização dos valores pelo IGP-DI, a performance do atual exercício somente é superada pela de 2010, último ano do governo Yeda Crusius (PSDB), em que a cobrança da dívida ativa alcançou R$ 1,59 bilhão (em valor atualizado pela inflação).

A dívida ativa é formada pelo acúmulo de débitos de ICMS e outros impostos que pessoas físicas e jurídicas deixaram de pagar ao Estado. O Rio Grande do Sul contabiliza R$ 36 bilhões em créditos a receber dessas fontes.

 

Reforço nos cofres públicos

Valores recuperados pela cobrança administrativa e judicial da dívida ativa 

1.41.21.00.80.60.40.20.0201020112012201320142015R$ 1,1 biR$ 0,9953 biR$ 1,13 biR$ 1,07 biR$ 1,24 biR$ 1,53 bi

voltar
© Copyright 2019