Granizo danifica mais de 500 casas em Novo Hamburgo

Subiu para mais de 500 o número de casas com telhados danificados pelo  forte temporal de granizo que atingiu Novo Hamburgo, na noite desta quinta-feira, no Vale do Sinos. A informação é da Defesa Civil, que registrou mais de mil chamadas por conta de prejuízos a residências, principalmente na área do Santo Afonso para distribuir lonas. Inicialmente, tinham sido contabilizadas 50 moradias afetadas.



A passagem de instabilidade pela cidade foi ampla, contudo, e mais regiões foram bastante afetadas, conforme a Defesa Civil. Entre os pontos com danos estão os bairros Industrial, Liberdade e Lomba Grande. Ninguém precisou deixar a residência, mas muitas famílias ficaram com os quartos e cômodos alagados. 



A precipitação congelada também foi registrada em São Leopoldo, Sananduva e Campo Bom, mas sem maiores estragos até o momento. Por conta do vento, uma árvore chegou a desabar perto da via pública em Campo Bom, mas sem deixar feridos.



Dentro de uma onda de forte instabilidade, na quarta-feira, Região Metropolitana, Norte e Fronteira já tinham sido atingidas pelo tempo severo. Danos em residências e nas lavouras de trigo foram causados pelo granizo que caiu nos municípios de Barra Funda, Carazinho, Chapada, Nova Boa Vista, Novo Barreiro, Palmeira das Missões, Ronda Alta, Rondinha e Sarandi, no Norte do Estado.



Gravataí, na região Metropolitana, Paverama, no Vale do Taquari, Bagé, na Campanha, e Santana do Livramento, na Fronteira Oeste, tiveram juntos 520 casas danificadas pelas pedras de gelo.

 

voltar
© Copyright 2019