Grêmio decide hoje vaga na final da Copa do Brasil diante do Cruzeiro

Ao todo, são nove títulos da Copa do Brasil em campo. Lutando por uma vaga na final e em busca do hexacampeonato, o Grêmio encara o tetracampeão Cruzeiro, hoje, às 21h45min, no Mineirão, em Belo Horizonte. A vantagem é dos gaúchos, que, na partida de ida das semifinais, venceram a Raposa por 1 a 0 – ou seja, qualquer empate ou uma derrota, com diferença de um gol (a partir de 2 a 1), dá a vaga ao time de Renato Portaluppi.

O palco da partida traz boas lembranças aos gremistas. No ano passado, o Tricolor bateu o próprio Cruzeiro na semifinal e o Atlético-MG na decisão, sagrando-se pentacampeão e dando fim a um jejum de 15 anos sem um título de expressão. Para repetir o feito, Portaluppi resolveu fechar os portões na última atividade antes do duelo. Ele justificou a medida de forma bem sincera, buscando surpreender o adversário. "Perdemos um tempo (no treinamento) para corrigir o que fizemos de errado e elogiar o que deu certo. Lógico que treinamos pênaltis e outras coisas para pegar o adversário de surpresa.

Por isso a gente fecha o treino", comentou. O técnico preferiu não confirmar a escalação, mas as dúvidas são poucas. Sem Geromel, lesionado, Bressan deve atuar ao lado de Kannemann, algo que nem pode ser considerado um mistério. Já o nome de Maicon na lista de relacionados coloca uma interrogação. De volta após dores no tornozelo, o capitão pode aparecer na vaga de Arthur, assim como ocorreu na partida com o Godoy Cruz, pela Libertadores da América. "O time está definido, na minha cabeça, e uma hora antes da partida vocês vão saber", desconversou. 

A provável escalação tem Marcelo Grohe; Bruno Cortez, Bressan (Bruno Rodrigo), Kannemann e Edílson; Michel, Arthur (Maicon), Ramiro, Pedro Rocha e Luan; Lucas Barrios. Do lado da Raposa, o técnico Mano Menezes também faz mistério e a dúvida está em duas posições. No ataque, Rafael Sobis ou Raniel; no meio-campo, Lucas Silva pode dar seu lugar para Hudson. O Cruzeiro deve ir a campo com Fábio; Lucas Romero, Leo, Murilo e Diogo Barbosa; Hudson (Lucas Silva), Henrique e Robinho; Thiago Neves, Alisson e Sobis (Raniel). O vencedor do duelo enfrenta o ganhador do clássico carioca entre Flamengo e Botafogo. No primeiro jogo, os rivais empataram em 0 a 0, no Engenhão. A partida decisiva será hoje, no mesmo horário, no Maracanã.

 Jornal do Comércio

voltar
© Copyright 2019