Grêmio enfrenta hoje a Chapecoense de olho na liderança

Depois de ter o jogo contra a Chapecoense alterado para hoje por causa das condições climáticas, a direção do Grêmio acabou optando por ir de ônibus até Santa Catarina, no início da tarde de ontem. O duelo, válido pela 5ª rodada do Brasileirão, colocará frente a frente duas das melhores campanhas da competição. A partida está marcada para as 20h, na Arena Condá.

Na terça-feira, o Tricolor se recusou a realizar a viagem para Chapecó de ônibus após um carro com funcionários do clube sofrer um acidente no trajeto, embora sem gravidade para os envolvidos. Agora, porém, a direção optou que a delegação realizasse o trajeto via terrestre, com viagem de cerca de sete horas. Ontem, no CT Presidente Luiz Carvalho, o elenco realizou trabalhos físicos, seguidos por um recreativo. A última movimentação confirmou duas baixas para enfrentar os catarinenses. O zagueiro Pedro Geromel, gripado, não foi relacionado pelo técnico Renato Portaluppi, assim como o meia Gastón Fernández, com dores na região lombar.

Em compensação, o atacante Lucas Barríos, que levou uma pancada na partida contra o Vasco e virou dúvida, foi relacionado e deve estar em campo no Oeste catarinense. A escalação não foi confirmada, mas a tendência é de que o time vá a campo com Marcelo Grohe; Léo Moura, Thyere, Kannemann e Cortez; Michel, Arthur e Ramiro; Luan, Pedro Rocha e Lucas Barrios. Como Barrios fez tratamento nos últimos dias, não está descartada a possibilidade da entrada do volante Maicon no time, com o treinador apostando em uma formação mais defensiva. Do lado da equipe catarinense, o clima é tranquilo. A Chape está invicta no Brasileiro – são três triunfos e um empate – e lidera a competição. O desempenho do time neste primeiro semestre é celebrado até pelos adversários, tendo em vista o acidente aéreo que abalou o clube em novembro do ano passado.   – Jornal do Comércio 

voltar
© Copyright 2019