Grêmio faz 1 a 0 no Brasil-Pel e vence a primeira partida no Gauchão

A convicção de Renato em seu time titular fez o Grêmio vencer pela primeira vez no Gauchão. O técnico mandou a campo a mesma equipe que havia perdido para o Caxias na primeira rodada e conseguiu superar o Brasil-Pel por 1 a 0 na tarde deste domingo (26), no Estádio Bento Freitas. Com gol de David Braz, o Tricolor tirou o zero da tabela, deixou a lanterna do Grupo B e, agora, tentará engatar uma sequência de vitórias para chegar sem sustos à semifinal do primeiro turno da competição.

 

A manutenção de Vanderlei entre os titulares não teve aprovação da torcida nas arquibancadas que, com gritos de “frangueiro”, não proporcionou boa recepção ao arqueiro no Interior. No entanto, o Grêmio se mostrou uma equipe bem diferente da primeira rodada.

 

Os comandados de Portaluppi tomaram a bola para si nos minutos iniciais, com Lucas Silva e Maicon melhor entrosados. No entanto, o Brasil-Pel de Papa montou um competente sistema de marcação com uma linha de quatro jogadores fixa à frente da área. Assim, bloqueava as tentativas de ataque do gremista que tinham em Patrick e Everton seus principais articuladores.

 

E foi, justamente, dos pés do camisa 11 que saiu a jogada para a primeira chance de gol tricolor. Aos 13 minutos, Everton recebeu de Maicon e, de primeira, de letra, deixou Patrick na cara do goleiro Rafael Martins, dentro da área. O meia chutou direto, mas a bola saiu sem direção pela linha de fundo. A partir daí, só deu Tricolor.

 

Aos 19, após tabela na área, Everton quase marcou. Aos 20, Victor Ferraz colocou uma bola na trave em chute de média distância. Aos 28, o time de Renato ainda teve um pênalti desperdiçado. Patrick recebeu na direita após cobrança rápida de lateral e lançou Alisson. O meia driblou o goleiro Rafael Martins, que fez falta no gremista. Pênalti assinalado! Na cobrança, Luciano bateu no canto esquerdo e acertou a trave do goleiro Matheus Nogueira — que entrou na partida após o arqueiro titular do Brasil sair lesionado no lance.

 

O placar, no entanto, só foi aberto aos 47. Alisson cobrou escanteio na cabeça de Everton, que desviou. A bola ficou viva na área e David Braz tocou para o gol por cobertura, de cabeça. Grêmio 1 a 0.

 

Do outro lado, Vanderlei não foi muito exigido pelo time pelotense — que se preocupava mais em defender. Seguro, o goleiro tricolor  fez a única defesa difícil da primeiro tempo aos 53 em chute de média distância de Eliel.

 

Na segunda etapa, Papa mexeu no ataque e levou sustou a defesa gremista nos primeiros instantes de partida. Wesley Pacheco entrou e movimentou o confronto. Aos 2 minutos, obrigou Vanderlei a sair da zona de conforto. Aos 8, Cachorrão e Pacheco puxaram contra-ataque anulado por Lucas Silva.

 

O calor e a falta de ritmo castigaram o Grêmio, que até seguia levando perigo mas sem a mesma efetividade, errando muitos passes. Foi então que Renato resolveu mudar. Trocou Luciano e Patrick por Ferreira e Isaque e deu um novo gás ao time.

 

O Tricolor cresceu novamente e, aos 39, Kannemann colocou uma bola na trava após cobrança de escanteio. Aos 47, Victor Ferraz até ampliou o marcador em gol que foi assinalado impedido pelo bandeirinha. Movimentação insuficiente para alterar o placar no Bento Freitas. E assim, o Grêmio, enfim, venceu a primeira no Gauchão.

Fonte: Gaúcha ZH

voltar
© Copyright 2019