Inter cede empate para o Palmeiras, mas segue líder

Deivison Ávila
Um time emergencial. Repleto de mudanças e preservações. Assim, o Inter entrou em campo para enfrentar o Palmeiras, nesta quarta-geria (2), pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, o Colorado trouxe um ponto de São Paulo. Thiago Galhardo marcou oas 46 minutos da etapa final, mas dois minutos depois, Luiz Adriano deixou tudo igual. O 1 a 1 no Allianz Parque manteve o time de Eduardo Coudet na liderança da competição. No próximo domingo, o Inter recebe o Bahia, às 16h, no Beira-Rio.
Além de Lindoso, confirmado com a Covid-19, o técnico Eduardo Coudet preservou Saravia, Edenilson e Thiago Galhardo. O zagueiro Zé Gabriel nem viajou a São Paulo com um desgaste muscular. Para tentar a primeira vitória no Allianz Parque – são cinco derrotas e um empate na nova casa do Verdão -, o comandante argentino aposto nos jovens: Jhonny, Nonato, Praxedes e Sarrafiore.
O Colorado começou bem, mesmo com pouca criação ofensiva. Um time leve, bem movimentado e com ótima troca de passes. Mesmo com mais posse de bola, os visitantes criaram pouco. Do outro lado, o Palmeiras também não produziu nada. O melhor resumo dos 45 minutos iniciais é que nem Lomba, nem Weverton, fizeram uma defesa sequer.
Coudet voltou com Edenilson na vaga de Praxedes para a etapa final. Passados mais 12 minutos, Thiago Galhardo e Boschilia deram uma cara de time titular à jovem equipe. Os donos da casa voltaram um pouco diferente, mas nada que assustasse a defesa colorada.
Aos 18 minutos, o Inter perdeu ótima chance. Edenilson puxou contra-ataque ao lado de Boschilia e Nonato, mas o trio se atrapalhou e a zaga palmeirense afastou. Aos 26, Boschilia cobrou falta direto, mas o goleiro Weverton se atrapalhou e segurou em cima da linha. O árbitro de vídeo entrou em ação e mandou o jogo seguir.
O Palmeiras chegou com perigo apenas aos 34 minutos: Rony cobrou falta da direita, Gustavo Gómez subiu mais alto e desviou de cabeça, passando perto do gol de Lomba. E quando tudo se encaminhava para um empate sem gols, aos 42, Luan tentou afastar dentro da área e a bola bateu na mão do zagueiro do Verdão. Com o auxílio do VAR, o pênalti foi marcado para o Inter. Thiago Galhardo bateu e abriu o marcador, aos 46.
Só que dois minutos depois, Gustavo Gómez cruzou da direita e a Lei do Ex entrou em ação. Luiz Adriano subiu mais lato e cabeceou para deixar tudo igual novamente e dar números finais ao confronto.

Escalação

Palmeiras: Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Matías Viña (Diogo Barbosa); Bruno Henrique (Wesley) e Patrick de Paula; Gabriel Menino (Rony), Lucas Lima (Willian) e Zé Rafael (Ramires); Luiz Adriano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.
Internacional: Marcelo Lomba; Rodinei, Rodrigo Moledo, Cuesta e Moisés; Johnny (Matheus Jussa); Nonato (D’Alessandro), Praxedes (Edenilson) e Patrick (Boschilia); Marcos Guilherme (Thiago Galhardo) e Sarrafiore. Técnico: Eduardo Coudet.
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO).

Veja os resultadoss da 7ª rodada

Quarta-feira
  • Ceará 1 x 0 Fortaleza
  • Fluminense 1 x 1 Atlético-GO
  • Goiás 1 x 2 Corinthians
  • Botafogo 0 x 0 Coritiba
  • Bahia 3 x 5 Flamengo
  • Athletico-PR 1 x 1 Bragantino
  • Palmeiras 1 x 1 Inter
  • Santos 2 x 2 Vasco

Próximos jogos – quinta-feira

  • 19h Grêmio x Sport
  • 20h Atlético-MG x São Paulo
voltar
© Copyright 2019