Inter é dominado pelo São Paulo e perde por 1 a 0 no Morumbi

O Inter foi dominado pelo São Paulo, teve a cabeça muito no Gre-Nal e acabou derrotado neste domingo, no Morumbi. Os donos da casa tiveram muita liberdade e o 1 a 0 acabou barato, principalmente pelo desempenho dos times na etapa inicial.

Com o resultado, o Colorado fica com 41 pontos, na sexta colocação. O São Paulo sobe para 11º com 37 pontos, se distanciando bastante da zona do rebaixamento. O Inter volta a campo apenas no sábado, para encarar o desesperado Grêmio no clássico, às 19h no Beira-Rio.

A história do primeiro tempo foi de completo domínio dos donos da casa. Os são-paulinos fizeram o gol cedo e pressionaram o tempo todo, com muitas chances de ampliar. Já os comandados de Diego Aguirre, sem a referência de Yuri Alberto, poupado minutos antes da bola rolar, tiveram apenas um chute de Lindoso como oportunidade efetiva.

Gol rápido e pressão dos donos da casa

O São Paulo arrancou com tudo e, aos 4 minutos, já mexia no placar. Após troca de bola rápida com Rigoni e Luciano, Gabriel Sara dominou já tirando da marcação e chutou cruzado, na saída de Marcelo Lomba. A bola ainda resvalou na trave antes de entrar para o 1 a 0.

A pressão seguiu e as chances se avolumaram. Aos 10, Sara subiu sozinho na área. Era clara a chance de gol, mas ele cabeceou para fora. Aos 13, Reinaldo chutou da intermediária e Lomba espalmou na confusão. Sara se atirou para pegar o rebote, mas passou da bola.

Luciano e Rigoni perderam oportunidades em bola parada e, até então, o Colorado não indicava qualquer reação. Um vislumbre ofensivo veio apenas aos 29 minutos. Lindoso teve espaço na intermediária, conduziu até perto da meia-lua e mandou um chutaço. A bomba explodiu na forquilha do ângulo direito. Teria sido um golaço, mas foi tiro de meta.

Antes do intervalo, Rigoni teve mais uma oportunidade de ampliar. Ele recebeu livre, nas costas da zaga. Lomba estava um pouco adiantado e ele tentou a cobertura, mas o goleiro do Inter se recuperou para encaixar a bola fraca.

Inter muda, mas não reverte placar

Aguirre mudou para três zagueiros no retorno do intervalo, com Kaique Rocha e Caio Vidal nos lugares de Boschilia e Paulo Victor. A equipe colorada também adiantou a marcação e complicou um pouco mais a vida dos donos da casa.

Ainda assim, logo aos cinco minutos Lomba teve que fazer uma intervenção. Ygor Gomes abriu espaço na frente da área e mandou uma bomba. O goleirão se esticou e mandou para escanteio. Na resposta colorada, Juan Cuesta recuperou bola na esquerda e acionou Edenilson. O volante se precipitou e tentou o chute de longe e isolou.

Ygor Gomes perdeu mais uma aos oito minutos. Reinaldo fez grande jogada, entortando, Saravia. Mandou a assistência com carinho entre os zagueiros, mas o companheiro desviou para fora, à esquerda da trave.

O Inter quase surpreendeu em erro de reposição do goleiro Tiago Volpi. Ele fez um passe muito curto e Caio Vidal quase conseguiu interceptar. A zaga recuperou, contudo, e despachou pela lateral.

Aos 15, nova chance de ampliar perdida pelo Tricolor Paulista. Rigoni puxou contragolpe perfeito, esperou a saída da zaga e lançou Luciano. Na cara do gol, com Lomba já caído, ele tocou colocado e direto para fora.

O Inter fez mais uma troca, com Gustavo Maia entrando no lugar de Juan Cuesta. E o guri logo mostrou serviço. Aos 24, recebeu de Edenilson na frente da meia-lua e bateu cheio de veneno. A bola contornou Volpi e tirou tinta da trave direita.

Com as duas equipes bem menos inspiradas, as chances minguaram. Mas Edenilson teve mais uma oportunidade de igualar. Aos 29, Saravia serviu o capitão colorado que chutou da meia-lua, mas mandou muito desviado.

Nos minutos finais, o Inter tentou pressionar, mas quase sofreu dois gols em contragolpes. Em bola rebatida pela zaga, Benitez bateu de primeira e mandou sobre a meta. Já nos acréscimos, Liziero recebeu livre e cruzou rasteiro na área. Eder já entrava de carrinho para carimbar as redes, mas Cuesta antecipou e concretizou o 1 a 0 no placar.

Brasileirão – 29ª rodada

São Paulo 1

Tiago Volpi; Arboleda, Miranda e Leo; Orejuela (Igor Vinícius), Liziero, Igor Gomes (Eder), Gabriel Sara e Reinaldo (Bruno Alves); Luciano (Marquinhos) e Rigoni (Benítez). Técnico: Rogério Ceni.

Inter 0

Marcelo Lomba; Saravia (Zé Gabriel), Bruno Méndez, Víctor Cuesta e Paulo Victor (Kaíque); Johnny, Rodrigo Lindoso, Edenilson, Boschilia (Caio Vidal) e Mauricio; Juan Cuesta (Gustavo Maia). Técnico: Diego Aguirre.

Gol: Gabriel Sara (4min/1ºT).

Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO).

Cartões amarelos: Victor Cuesta, Kaíque (I)

Local: estádio do Morumbi.

voltar
© Copyright 2019