Inter perde para o Palmeiras e deixa escapar chance de entrar no G-6 do Brasileirão

Um lance encaminhou a derrota do Inter para o Palmeiras, fora de casa, neste domingo (17). No mesmo pênalti que causou a expulsão de Edenilson por reclamação, Raphael Veiga decretou a vitória dos paulistas por 1 a 0, na largada do segundo tempo. O resultado adia novamente o ingresso do Colorado no G-6 do Brasileirão, mantendo-o na sétima posição até o final da 27ª rodada.

Como se não bastasse a importância do confronto, os colorados ainda viram o jogo ganhar ares de suspense com a especulação de Diego Aguirre na seleção uruguaia. Tentando se manter alheio à situação, o técnico focou na montagem do time, que perdeu o goleiro Daniel de última hora, por uma contusão no tórax, e teve de ser substituído por Marcelo Lomba. As outras novidades estiveram no meio-campo, com Edenilson retornando das Eliminatórias e Johnny ocupando a vaga de Rodrigo Lindoso, que ficou de fora por conta de um desconforto muscular na coxa esquerda.

Mesmo diante de um adversário importante, fora de casa, o Inter mostrou confiança para tramar jogadas. Em um lance que iniciou com chapéu de Taison sobre Zé Rafael, a bola rodou de pé em pé até chegar a Yuri Alberto, que arrematou firme nas mãos de Weverton. A resposta dos palmeirenses, contudo, não tardou. Dudu puxou contra-ataque e cruzou para Marcos Rocha, que acertou a trave de Lomba.

As equipes trocavam golpes abertamente. Após escanteio, Piquerez apareceu livre na área gaúcha e chutou sobre o travessão. Quando os anfitriões tentaram repetir a fórmula, Dourado afastou o perigo e acionou Yuri Alberto, que partiu em disparada. O contragolpe acabaria em defesa em dois tempos do goleiro.

Aos poucos, o Palmeiras foi se impondo com maior posse de bola, mas só conseguiu chegar mesmo em cobranças de falta de Raphael Veiga. O clima também ficou quente por pequenos embates dentro de campo, seja em entradas mais ríspidas de Felipe Melo, ou por reclamações de Patrick junto à arbitragem, que resultaram em cartões amarelos para ambos os atletas.

Sem substituições no intervalo, o segundo tempo prometia o mesmo equilíbrio, até que Rony escapou pela direita e, ao cruzar para a área, viu a bola raspar no braço de Cuesta. Além de assinalar o pênalti, o árbitro ainda apresentou cartão vermelho a Edenilson, por reclamação. O prejuízo, enfim, seria completo com Raphael Veiga acertando o ângulo de Lomba.

Com um jogador a menos e em desvantagem no marcador, Aguirre sacou Taison e colocou Mauricio. O Colorado ensaiou uma reação e, não fosse o desvio no meio do caminho, um chute de Moisés poderia ter deixado tudo igual. No entanto, o cenário já não era mais favorável aos colorados.

Na agilidade de Rony e Dudu, os donos da casa causavam calafrios à defesa vermelha. Para piorar, Lomba foi sair jogando com os pés, bateu a bola sobre Luiz Adriano e quase foi encoberto. Desesperado, o treinador colorado fez três alterações de uma só vez, mandando a campo Heitor, Zé Gabriel e Palacios. Abel Ferreira respondeu na mesma moeda e foi Deyverson quem quase ampliou, aproveitando rebote de Lomba, após finalização venenosa de Rony.

Disposto a evitar a derrota, o Inter se jogou ao ataque nos minutos finais. E, em um arremate de longe, Zé Gabriel quase surpreendeu Weverton, que teve de se esticar para espalmar por cima. Mas, quanto mais se expunha, mais o time gaúcho corria riscos defensivos. No final das contas, perto do que poderia ter ocorrido, o prejuízo foi o menor possível.

Brasileirão — 27ª rodada — 17/10/2021
PALMEIRAS (1)
Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Luan e Piquerez; Felipe Melo (Danilo, 34’/2ºT), Zé Rafael (Patrick de Paula, 34’/2ºT), Rony, Raphael Veiga (Deyverson, 24’/2ºT) e Dudu (Gustavo Scarpa, 24’/2ºT); Luiz Adriano (Breno Lopes, 24’/2ºT). Técnico: Abel Ferreira

INTER (0)
Marcelo Lomba; Saravia (Heitor, 24’/2ºT), Mercado, Víctor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Johnny (Zé Gabriel, 24’/2ºT), Edenilson, Taison (Mauricio, 9’/2ºT) e Patrick (Palacios, 24’/2ºT); Yuri Alberto. Técnico: Diego Aguirre

Gols: Raphael Veiga (P), aos 7min do 2ºT.
Cartões amarelos: Felipe Melo, Rony (P), Patrick, Víctor Cuesta, Mercado (I).
Cartão vermelho: Edenilson (I).
Arbitragem: Bráulio da Silva Machado, auxiliado por Kléber Lúcio Gil e Alex dos Santos (trio catarinense). VAR: Wagner Reway (PB).
Local: Arena do Palmeiras, em São Paulo.
Publico total: 11.111
Renda: R$ 535.538,98

Próximo jogo
Quinta-feira, 21/10 — 20h
Inter x Bragantino (19ª rodada — atrasada)
Beira-Rio, em Porto Alegre

Fonte: GZH

voltar
© Copyright 2019