Jeferson vai lançar comitês do plebiscito popular em Horizontina, Três de Maio e Catuípe

No próximo sábado (18), o deputado estadual Jeferson Fernandes fará roteiros por Horizontina, Três de Maio e Catuípe para inaugurar Comitês Municipais do Plebiscito Popular sobre as Privatizações. Os atos integram a iniciativa da bancada do Partido dos Trabalhadores que lançou, em julho passado, um Comitê do Plebiscito Popular no RS. O objetivo é apoiar a realização de um plebiscito sobre as privatizações de serviços essenciais e estratégicos para o desenvolvimento social e econômico do RS, direito que foi retirado pelo governador e sua base ao aprovarem a derrubada da obrigatoriedade da consulta à população gaúcha antes da venda de estatais.

Segundo o parlamentar, em entrevista a Rádio Águas Claras na manhã de hoje (17/9), a instalação de comitês nos municípios aproxima o debate das comunidades locais, uma vez que o governo tem “atropelado” o direito dos municípios de compreenderem o que está em jogo nas votações dessas propostas. Ele lembra que a não realização do plebiscito afasta a população dos debates e causa o desinteresse pelos temas. Além disso, a imprensa, já cooptada pelo patrocínio do governo, só repassa a informação oficial e não o necessário para que a população possa discernir a respeito. No entanto, as consequências das votações são sentidas diretamente pelos municípios. “Não interessa ao governador que o povo acompanhe e entenda o que de fato pode mudar no saneamento, por exemplo, com a aprovação dessas propostas. Por isso, eles patrolam o acesso aos debates. O que estamos fazendo é recolocar as pessoas nestas discussões nas suas cidades para que votem conscientemente e manifestem suas opiniões aos governantes”, explicou Jeferson.

Os atos ocorrem em frente às Unidades da Corsan de Horizontina (8h30), Três de Maio (9h45) e Catuípe (11h30).

PLEBISCITO POPULAR – O plebiscito será realizado em formato híbrido, a partir de uma plataforma de democracia participativa, garantindo o voto por meio digital e também em cédula para as comunidades sem acesso à internet. Para organizar o plebiscito, o comitê constituiu comissões de mobilização, finanças, comunicação e pedagógica. Um manifesto, convidando a população gaúcha a somar-se à iniciativa também já está publicado para coleta de assinaturas de apoio. Serão 28 regionais que terão o papel de fazer a ligação das regiões com o comitê estadual, assim como comitês municipais.

voltar
© Copyright 2019