Jóia tem prejuízo de mais de R$ 2,3 milhões somente na agricultura devido ao granizo

 

O município de Jóia já possui um decreto local de emergência, porém agora precisa preencher documento semelhante nas normas da Defesa Civil, o que deve acontecer até amanhã à tarde, 14. O responsável pela Defesa Civil municipal, Oneide Sassi, ressalta que é necessário incluir todos os dados sobre os prejuízos causados pelo temporal da última quinta-feira de madrugada, 08, especialmente estragos do granizo.

 

Nesta terça-feira, 13, a Emater informou que os prejuízos na área agrícola de Jóia são estimados em 2 milhões, 316 mil reais. Os estragos maiores aconteceram no trigo, aveia, milho, além das pequenas culturas e ainda no gado leiteiro.

 

Oneide Sassi comenta que a produção leiteira deve ter queda nos próximos dias, pois houve perda de feno e ração em virtude de que galpões foram danificados pelo granizo e a produção acabou perdida pela umidade. A produção agrícola foi mais afetada em Jóia com o granizo nas comunidades de São João Mirim, Simão Bolivar, Cará, Esquina Santo Antônio, Coronel Lima, São Pedro e São Roque.

 

Por outro lado, a prefeitura de Jóia aguarda o laudo sobre as perdas nos imóveis, também pelo granizo, principalmente em residências. A estimativa é de que aproximadamente mil e 200 casas sofreram danos nos telhados.

 

Hoje à tarde o governo estadual assinoui decreto coletivo de emergência que abrange vários municípios do Rio Grande do Sul que tiveram prejuízos com os últimos temporais, inclusive Jóia, Júlio de Castilhos e Miraguaí.

voltar
© Copyright 2019