Juiz nega antecipação de tutela e mantém diplomação de vereadores ijuienses acusados de compra de votos

O Juiz eleitoral, Eduardo Gioveli, negou antecipação de tutela, pedida pelo Ministério Público, para que os vereadores reeleitos de Ijuí, Darci Pretto da Silva e Claudiomiro Pezzeta, ambos do PDT, não fossem diplomados nesta quinta-feira. Entre os motivos alegados pelo magistrado, está que a antecipação de tutela seria adiantar uma condenação. De outra parte, a ação ajuizada pedindo a cassação dos vereadores e inelegibilidade de outras nove pessoas acusadas de compra de votos e caixa dois continua na justiça eleitoral. As testemunhas devem ser ouvidas e o julgamento não tem prazo para acontecer.

 

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí/Jonas Vieira

voltar
© Copyright 2019