Menos de 30% das mulheres de 50 a 69 anos fizeram mamografia em 2017 no RS pelo SUS, aponta SBM

O percentual de mulheres entre 50 a 69 anos que fizeram o exame de prevenção ao câncer de mama em 2017 no Rio Grande do Sul pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é inferior à metade dos 70% recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), o índice no estado foi de 28,7%, enquanto o órgão da ONU recomenda uma cobertura mamográfica de 70%.

No ano passado, foram realizados 802 mil mamografias no estado. O número esperado, conforme a recomendação internacional, seria 2,7 milhões.

A pesquisa da SBM é divulgada no início do Outubro Rosa, que marca a importância da conscientização sobre a prevenção do câncer de mama. Neste ano, o foco da campanha é para que mulheres tenham mais acesso ao diagnóstico e tratamento do câncer de mama.

A Secretaria Estadual da Saúde justificou que o baixo índice se deve às falhas nos registros, já que muitos exames realizados deixam de ser inseridos no sistema, e afirmou que o estado tem capacidade para fazer o número de exames considerado ideal pela OMS.

Agência Brasil

voltar
© Copyright 2019