Monitor de 22 anos é morto com pedrada em abrigo em Santa Rosa

Dois adolescentes foram apreendidos em flagrante suspeitos da morte de um monitor da Unidade Central de Atendimento Municipal (UCAM) de Santa Rosa, Região Noroeste do Rio Grande do Sul. O local é destinado para ressocialização de jovens que não têm família. 

De acordo com a Polícia Civil, eles tentaram sair do local na tarde de sábado (18), quando o monitor, de 22 anos, tentou impedir.



A dupla, então, imobilizou o homem e acertou uma pedrada nele. A pedra, um basalto, acertou a cabeça de Matheus Braga Silveira, que morreu na hora. Os menores, então, fugiram.



“Eles planejavam roubar um carro do patronato para seguir viagem a Porto Alegre, que é a cidade natal de um deles. Eles contaram que queriam dar uma gravata para fazer o monitor desmaiar. Porém, durante o embate, um deles jogou uma pedra contra o monitor. Essa pedrada acabou sendo fatal e ele morreu na hora”, conta o delegado Ubirajara Diehl. 

Os adolescentes fugiram com o telefone celular de Matheus. Eles tentaram levar o carro do abrigo, mas não conseguiram e saíram a pé do local.



“Horas depois, o tio de um deles avisou a Brigada Militar que o menor estava na casa dele. Em seguida, a BM localizou o outro na casa uma irmã”, conta o delegado Ubirajara.

Os menores foram levados à delegacia, onde foram autuados em flagrante pelo ato infracional. Em seguida, foram apresentados ao Ministério Público, que pediu a internação da dupla, decretada pela Justiça.



Os adolescentes, que não tiveram o nome divulgado, foram levados para a Fundação de Atendimento Sócio-Educativo (Fase) de Santo Ângelo, também nas Missões, para cumprirem medida socioeducativa.

voltar
© Copyright 2019