Morre Carlos Alberto Torres, capitão do tri com a Seleção, aos 72 anos

Morreu nesta terça-feira, aos 72 anos, Carlos Alberto Torres. Capitão da Seleção Brasileira na conquista da Copa do Mundo em 1970, o ex-jogador teve passagens por Santos, Botafogo, Fluminense e Flamengo, além do New York Cosmos. Ele sofreu um infarto fulminante, de acordo com o Globoesporte. O "Capita", como era conhecido no seu período nos gramados, trabalhava como comentarista do canal por assinatura SporTV.

Um dos grandes jogadores da história do futebol brasileiro, Carlos Alberto Torres ficou marcado como capitão da Seleção tricampeã mundial. E com participação decisiva na final contra a Itália: foi ele que, após uma jogada trabalhada por toda a equipe que encantou o planeta, marcou o quarto gol da vitória por 4 a 1, que valeu a posse definitiva da Taça Jules Rimet. Depois, ergueu o troféu pela terceira vez para o Brasil.

Carlos Alberto atuou como lateral-direito e zagueiro. Foi revelado pelo Fluminense e jogou por Santos, Botafogo e Flamengo, no Brasil, antes de se transferir ao futebol dos Estados Unidos. No New York Cosmos, atuou ao lado de Pelé e Franz Beckenbauer, entre outros craques. Também trabalhou como técnico, sendo campeão brasileiro com o Flamengo em 1983.

Pela Seleção Brasileira, o Capita fez 53 jogos, anotando oito gols.

ZERO HORA

voltar
© Copyright 2019