Nuvem de gafanhotos invade províncias argentinas e pode chegar ao Rio Grande do Su

Um ataque inesperado de gafanhotos surpreendeu províncias da Argentina nos últimos dias. As autoridades do Ministério da Agricultura da Argentina estão monitorando o comportamento atípico de uma nuvem de gafanhotos nesta época do ano, que está preocupando agricultores e ameaçando lavouras no norte da Província de Santa Fé.

Vídeos caseiros com gafanhotos em massa sobrevoando plantações, feitos pelos produtores rurais, foram publicados nas redes sociais assim que o fenômeno ganhou força.

Segundo especialistas, o gafanhoto, costuma se esconder no inverno e aparecer para se alimentar nas outras estações. Mas sem inverno definido, eles acabaram antecipando seus ciclos naturais, passando a se reproduzir também em quase todas as estações do ano.

De acordo com comunicado do Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa), os insetos teriam entrado no país a partir do Paraguai.

O aviso diz que em aproximadamente um quilômetro quadrado existiriam até 40 milhões de gafanhotos que poderiam dizimar pastagens equivalentes ao que duas mil vacas consumiriam em um dia.

De acordo com as informações técnicas do pais vizinho, não se pode precisar para onde a nuvem de insetos vai se deslocar nos próximos dias, pois depende de condições climáticas, principalmente a força e a direção do vento.

Neste sentido, a notícia traz preocupação aos agricultores gaúchos, que temem uma possível invasão de gafanhotos ao território do nosso estado.

A Rádio Águas Claras entrou em contato com a Secretaria Estadual da Agricultura na manhã desta terça-feira (22). A assessoria de comunicação, disse que a pasta está monitorando a situação junto às autoridades argentinas e, caso o seja comprovado que os gafanhotos sejam uma ameaça para as lavouras gaúchas, deve divulgar um alerta oficial nas próximas horas.

A legislação argentina prevê que é obrigação dos produtores daquele país relatar a presença da praga em suas propriedades, bem como seu controle com produtos autorizados para esse fim.

voltar
© Copyright 2019