Operação Golfinho tem média de 21 salvamentos por dia em praias do RS

O comando da Operação Golfinho registra uma média de 21 salvamentos por dia em praias gaúchas. Neste verão, em 50 dias de atuação dos salva-vidas, foram 1.073 resgates no mar e em águas internas do Rio Grande do Sul.

No período, seis pessoas morreram afogadas em áreas onde há guaritas, sendo que quatro delas fora do horário de atendimento dos salva-vidas. Um jovem morreu afogado no Litoral Norte ao entrar na água, por exemplo, às 4h, em plena madrugada.

Além disso, os bombeiros informam que todas as 329 guaritas no Estado estão em condições de uso. Há um mês, só no Litoral Norte, 44 das 228 estruturas estavam danificadas devido a uma ressaca ocorrida no mar no final de outubro. Houve demora por parte de prefeituras e das empresas contratadas em realizar a reconstrução.

Sobre as placas de condições de banho que seriam anexadas nas guaritas, como o governo havia prometido, menos de 30% dos locais têm essa indicação. A maioria das placas informativas não foi enviada para os bombeiros.

GAÚCHA

 
voltar
© Copyright 2019